Da Terra à Mesa

Saborosa, adocicada e aromática: descubra a Batata de Trás-os-Montes IGP (VÍDEO)

10 janeiro 2023 17:42

Mil-folhas de batata @plano

De sabor e aroma singulares conferidos pelos solos e clima transmontano, tornou-se um dos mais emblemáticos ingredientes da cozinha portuguesa. “Da Terra à Mesa” é um projeto Boa Cama Boa Mesa cofinanciado pela UE que dá a conhecer os produtos portugueses a partir de histórias inspiradoras e de sucesso, desde a produção até ao consumidor, em casa ou no restaurante.

10 janeiro 2023 17:42

Originária da América do Sul, foi no final do século 18 que a batata começou a ser produzida em Portugal. Batizada de “castanha da terra”, pelo impacto gerado na alteração dos hábitos alimentares da época, a batata transformou-se num dos principais produtos da gastronomia portuguesa. Desde 2007, a batata produzida em Trás-os-Montes ganhou o estatuto IGP (Indicação Geográfica Protegida).

Graças a esta certificação, o modo de produção não tem sofrido variações significativas ao longo dos tempos, o que tem contribuído para a proteção da biodiversidade, preservação dos habitats e das paisagens, bem como para uma gestão mais eficiente de recursos naturais, em linha com as indicações da Política Agrícola Comum.

Cultivada nas variedades Desiree, Kennebec, Jaerla e Atlantic, a Batata de Trás-os-Montes IGP é plantada num máximo de três anos seguidos na mesma parcela, explica o site que detalha a certificação de Indicação Geográfica Protegida, abrangendo os concelhos transmontanos de Boticas, Bragança, Chaves, Macedo de Cavaleiros, Montalegre, Valpaços, Vila Pouca de Aguiar e Vinhais, além de algumas freguesias dos concelhos de Murça, Alijó, Mirandela, Alfândega da Fé e Vimioso.

“Utilizo vários tipos de batatas, mas vou dar enfase a uma das quatro batatas da minha região: batatas de sequeiro, que não são regadas, em altitude”, explica Vitor Adão, do restaurante Plano, em Lisboa, distinguido como “Revelação” do guia Boa Cama Boa Mesa 2020, dedicado a trabalhar produos endógenos de diversas regiões nacionais, com destaque para Trás-os-Montes. Desta região é oriunda “uma batata muito saborosa”, que “dizemos que está a sorrir para nós”, desaca o chef, sublinhando que encara as batatas “como ingrediente principal, não como acompanhamento”.

Decorrente das condições particulares dos solos e clima Transmontanos e da cama quente proporcionada pelos terrenos bem estrumados e sachados, a Batata de Trás-os-Montes tem um sabor muito característico, ligeiramente adocicado e um aroma igualmente agradável, com cheiro a terra e um teor médio de amido de 78%, invulgarmente elevado para este tipo de produto, que Da Terra chega à Mesa de todos os portugueses.

Melhorar a resposta dada pela agricultura europeia às exigências da sociedade no domínio alimentar e da saúde, nomeadamente no que respeita à oferta de produtos alimentares seguros, nutritivos e sustentáveis, aos resíduos alimentares e ao bem-estar dos animais são objetivos da PAC para o período compreendido entre 2023 e 2027.

Além do sabor adocicado, o tubérculo cultivado nestes solos destaca-se por ter “a textura ideal para absorver os gostos dos molhos dos pratos com carnes gordas (porco), base da gastronomia da região”, de acordo com a Direção-Geral da Agricultura, características que lhe conferem fama e reputação únicas.

O programa Boa Cama Boa Mesa na SIC Notícias, produzido pela PopUp Alive, com estreia sábado, dia 7 de janeiro de 2023 (11h35), conta com várias repetições ao longo da semana na SIC Mulher, SIC Radical e SIC Internacional. Este é o primeiro episódio da trigésima temporada de programas Boa Cama Boa Mesa.

“Da Terra à Mesa” é um projeto Boa Cama Boa Mesa cofinanciado pela UE que dá a conhecer os produtos portugueses a partir de histórias inspiradoras e de sucesso, desde a produção até ao consumidor, em casa ou no restaurante.