Boa Cama Boa Mesa

Lingueirões com Ghee de Malvani ou Pregado com Kalimirch? São pratos indo-portugueses para saborear em pleno Chiado

2 janeiro 2023 15:54

Restaurante Gunpownder

luis ferraz

Entre Bombaim e Goa, seguindo junto ao mar, percorrem-se perto de 600 quilómetros. A diversidade da cozinha desta costa indiana inspirou Harneet Baweja para, em Lisboa, fazer confluir as cozinhas de Portugal, Goa e Índia.

2 janeiro 2023 15:54

Em 2015, Baweja abria o seu primeiro restaurante em Londres e rapidamente se tornou uma “sensação” naquela cidade. A ligação histórica aos sabores indianos, especialmente aos goeses, fá-lo agora, pela primeira vez, atravessar as fronteiras do Reino Unido e inaugurar o Gunpowder, em Lisboa. Mariscos e peixes portugueses dão nova vida ao receituário regional da Índia, surgindo renovado em Lisboa, num feliz encontro de culturas gastronómicas.

A degustação é inesperada, intensa nos sabores e vibrante na atmosfera. A cozinha aberta deixa ver a preparação de peixes frescos na grelha, bivalves e crustáceos frescos servidos no restaurante. O perfume dos cominhos, folhas de caril, cardamomo, canela, alho e gengibre espevita os sentidos logo à entrada.

Restaurante Gunpownder

Restaurante Gunpownder

luis ferraz

A abordagem na preparação do melhor que o Atlântico nos dá é oposta àquela a que os portugueses estão habituados. Envolve misturas de especiarias e molhos das diferentes regiões entre o sul e o oeste da Índia, além da já famosa Mistura de Especiarias Gunpowder. Esta inclui três tipos de malaguetas – verde, indian chilli e thai chilli – folhas de caril e a asafoetida, um pó aromático feito a partir da raiz de Ferula, que ajuda à digestão e muito utilizada na cozinha ayurvédica.

Restaurante Gunpownder

Restaurante Gunpownder

luis ferraz

Percorrendo a ementa, no capítulo dos “Pequenos Pratos” encontra a original “Santola Ovo Bhurji” (€11), com ovos mexidos à indiana, algum picante, cebolas e especiarias intensas. Prove os alegres e coloridos “Brócolos grelhados e mostarda de Malai” (€8) e os “Croquetes de atum Moilee” (€4,5). Um peixe Moilee é confecionado com caril feito à base de marisco, curcuma e coco. Deixe-se tentar por um guloso “Gunpowder Aloo Chaat” (€9). Inspirado na comida de rua indiana, é um preparado de batatas com cominhos, servidas com pasta de ovas de peixe do dia, grão, ou pão desfeito. Já a “Tosta de Gambas CPC” (€8) remete para a receita do Calcutá Punjab Club, um clube que Baweja frequentava com o pai em adolescente. A lista de 12 “Pratos Pequenos” merece, sem dúvida, um “périplo gastronómico”.

Restaurante Gunpownder

Restaurante Gunpownder

luis ferraz

Para compartilhar, não perca os “Lingueirões grelhados com Ghee (manteiga clarificada) de Malvani” (€16), temperados com um molho típico dos vilarejos piscatórios. A culinária Malvani é a culinária padrão da região sul de Konkan, nos estados indianos de Maharashtra e Goa. Experimente o pregado, condimentado com pimenta-preta Kalimirch (€16). Partilhe a raia (€32), grelhada e temperada com molho Solkadi, bebida cor-de-rosa dos verões goeses, feita com kokum, fruta da família do mangostão que dá uma cor púrpura ao peixe.

Restaurante Gunpownder

Restaurante Gunpownder

luis ferraz

Entre os “Especiais de Carne” consta o incontornável “Donute de Vermicelli com Borrego Picante” (€8), prato de assinatura preparado em Londres com veado, e que consiste numa trouxa frita, recheada de borrego, com crosta de aletria, acompanhada por molho de menta.

Termine com o consolador “Pudim de pão e manteiga com rum Old Monk” (€8), doce feito com brioche e sultanas embebidas em rum indiano e mergulhado em creme inglês, uma interpretação de uma sobremesa festiva indiana, Shahi Tukda, feita de pão embebido em xarope de açúcar, frito em ghee, servido com frutos secos. As origens do Shahi Tukda acredita-se que remontem ao século XVI, durante a dinastia Mughal.

Restaurante Gunpownder

Restaurante Gunpownder

luis ferraz

A cozinha é gerida por Bruno Salvado e Ruben Marcelo e a carta de vinhos foi desenvolvida por Diogo Catarino. Romana Silva lidera a equipa de sala. O Grupo Gunpowder tem como chef executivo, Nirmal Save. Do bar, liderado por Ricardo Ferreira, saem cocktails pensados em harmonia com os sabores intensos do Gunpowder como o “Mumbai Port” (€19), com Porto Branco seco, licor de café, Frangélico e alecrim ou o “Goa To Bombay” (€19), preparado com Grand Marnier, licores de gin e de maracujá, água de coco e folha de caril.

Restaurante Gunpownder

Restaurante Gunpownder

luis ferraz

O restaurante Gunpowder (Rua Nova da Trindade 13 A, Lisboa. Tel.218227470) ocupa dois pisos e esplanada, tem 70 lugares e, no primeiro andar, oferece uma adega e uma mesa comprida para jantares privados.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!