Boa Cama Boa Mesa

Os peixes e os cortes de carne no carvão são os novos clássicos do Jardim da Luz

Os peixes e os cortes de carne no carvão são os novos clássicos do Jardim da Luz

Parte do secular edifício do convento masculino da Ordem de Cristo, que depois ainda se transformou nas cavalariças do Colégio Militar, em Carnide, está afeta a este restaurante, agora renovado. Na ementa, mantêm-se os clássicos com matéria-prima devidamente selecionada. Para novembro, estão previstas novidades.

Da História fica o complexo urbanístico datado da segunda metade do século XVI, então localizado nos arrabaldes de Lisboa, e construído a mando da Infanta D. Maria de Portugal, filha do rei D. Manuel I e a rainha D. Leonor. Trata-se do Santuário da Luz constituído pelo Hospital de Nossa Senhora dos Prazeres, pela igreja de Nossa Senhora da Luz e o Convento masculino da Ordem de Cristo, este com três pisos.

Hoje, chama-se Carnide à freguesia onde se situa este conjunto edificado. Parte do edifício da igreja perpétua no tempo, já que a nave desabou aquando do terramoto de 1755. Pela mesma razão, o convento mantém apenas o piso térreo e, na segunda metade do século XIX, passou a pertencer ao atual Colégio Militar, que se instalou no hospital.

Jardim da Luz

Em parte desse antigo convento, depois convertido nas cavalariças do Colégio Militar, instalou-se o restaurante Jardim da Luz. Inaugurado em março de 2003, tem, desde novembro de 2021, um novo proprietário e um novo gerente. As novidades estendem-se aos interiores, com melhorias evidentes, e à esplanada, espaços que, a médio prazo, serão submetidos novamente a melhorias. Da equipa permaneceram alguns dos empregados do restaurante, aos quais se juntaram outros, mais jovens, com a atenção ao cliente como principal requisito.

A ementa é praticamente a mesma. Há uma seleção de produtos nacionais e de outras latitudes, mas a qualidade é ponto assente. As entradas assim o ditam, como a “Salada de polvo” (€7,90), o “Prato de presunto” (€11,90), as “Gambas à guilho” (€14,90), a “Tábua de enchidos” (€17,90) ou as “Amêijoas à Bulhão Pato” (€22,90). Atente nos salgados (€1/unidade), particularmente as chamuças, com a fritura e o picante no ponto.

Jardim da Luz

Os grelhados no carvão são a referência do Jardim da Luz e os pratos assim confecionados assumem-se como os clássicos da casa, a começar pelo peixe fresco. Nesta viagem de sabores marinhos é de comer os “Chocos com ou sem tinta” (€16,90), o “Bife de atum braseado à lagareiro” (€16,90), as “Lulas regadas com azeite quente e alho” (€18,50) ou as “Ovas grelhadas no carvão” (€18,50). Venha o “Bacalhau à lagareiro” (€19,90) ou o “Polvo à lagareiro” (€19,90), a “Posta de garoupa” (€27,90) e escolha entre o “Robalinho/douradinha escalado” (€14,90) e o “Robalo/Dourada grande” (€45 o kg/duas pessoas).

Jardim da Luz

O cuidado a ter com a proveniência da carne também não é exceção, pois é fundamental escolher, com rigor, cada peça que vai à grelha. Destaque-se o “Naco do lombo na pedra” (€23,50), muito comum na restauração de Carnide, bem como o “Filé Mignon de porco grelhado com molho à Jardim da Luz” (€17,90) ou o “Bife da vazia à Jardim da Luz” (€18,60). À grelha vão ainda a “Alheira de caça mirandesa com legumes salteados” (€16,50), a “Posta fresca de alcatra” (€17,90) e as “Plumas de porco ibérico”(€19,50). Delicie-se com o “Churrasquinho misto de carnes” (€16,50) ou a “Picanha grelhada no carvão, com abacaxi” (€22,50). O “Bife da vazia” (€18,60) e o “Bife do lombo” (€23,50) têm o mesmo destino, assim como o “Tomahawk de novilho” (€59,50/duas pessoas) e o “T-Bone” (€49,50/duas pessoas). O passo seguinte? Escolher um dos quatro molhos à disposição e saborear cada pedaço.

Jardim da Luz

Os arrozes caldosos são outra das atrações gastronómicas do Jardim da Luz. Sirva-se do “Arroz de gambas à Jardim da Luz” (€18,90) ou do “Arroz de garoupa com gambas no tachinho” (€19,50). A “Massada de Garoupa com gambas no tachinho” (€19,50) é outra das estrelas deste restaurante, já para não falar da “Açorda de gambas à Jardim da Luz” (€18,90).

Termine com “Mousse de chocolate” (€4,20), que, neste restaurante, é feita de maneira especial. Considere os clássicos “Pudim flan” (€4,20) ou o “Bolo de bolacha” (€4,20), ou deixe-se levar pelo “Bolo de chocolate” (€4,20).

Jardim da Luz

A partir de meados de novembro, prolongue a refeição no Jardim da Luz (Largo da Luz, Quartel da Formação, Carnide, Lisboa. Tel.: 217156087), já que está prevista uma noite de fados todas as semanas. Quanto ao horário, o restaurante funciona diariamente, das 12h00 às 16h00 e das 17h00 às 23h00, e tem parque de estacionamento próprio a dois passos da entrada.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas