Boa Cama Boa Mesa

Brioche de cabeça de vaca, estufado de javali ou sandes de cozido? Está a chegar o Arrebita Idanha Bio

29 setembro 2022 11:53

goncalo villaverde

Depois do sucesso de edições anteriores, o festival gastronómico Arrebita Idanha Bio regressa às aldeias de Idanha-a-Velha e Penha Garcia, nos dias 1 e 2 de outubro. Chefs consagrados juntam-se aos cozinheiros locais e aos aldeões para servirem comida de conforto com sabor a outono.

29 setembro 2022 11:53

Está tudo a postos. A terceira edição do Arrebita Idanha Bio está quase a começar e pronta para demonstrar a razão pela qual conquistou o Grande Prémio da Academia Portuguesa de Gastronomia. A festa decorre no fim de semana de 1 e 2 de outubro, nas aldeias de Idanha-a-Velha e Penha Garcia. A entrada é gratuita e cada prato custa €6.

Pela Estrada Fora

Pela Estrada Fora

fabrice demoulin

Um dos grandes destaques desta edição vai para a “Blues & Fire Party”, uma iniciativa única que junta Ljubomir Stanisic e The Legendary Tigerman pela primeira vez, após o sucesso do programa “Pela Estrada Fora” transmitido pela OPTO, o canal de streaming da SIC. O mediático chef do restaurante 100 Maneiras, que ostenta um Garfo de Prata e uma Estrela Michelin, vai estrear no festival um grelhador que desenhou, em breve disponível na loja online, onde vai cozinhar mais de 500 doses de “Brioche com cabeça de vaca biológica, kupus (repolho), rábano-picante e maionese demi-glace”. Esta ação está agendada para domingo, dia 2 de outubro, a partir das 18h30, em Idanha-a-Velha.

paulo barata

Com os produtos e produtores daquela que é a primeira Bio-Região do país e a segunda da Europa em grande destaque, mais de 20 chefs e sangue novo de várias regiões (Algarve, Alentejo, Lisboa, Santarém e Porto), dão asas à imaginação. Na ementa do festival Arrebita Idanha Bio vai encontrar, em Penha Garcia, dia 1 de outubro, “Caril japonês de bochechas de porco” por David Jesus do restaurante Seiva, “Entrecosto de porco preto, cachola do oeste e pera bêbeda” de Gil Fernandes, da Fortaleza do Guincho, Garfo de Prata e com uma Estrela Michelin, e ainda, pelas mãos de Bruno Rodrigues, do restaurante BRB, a “Sandes de cozido em bolo do caco”, composta por vitela com couve fermentada e crocante de enchidos.

goncalo villaverde

Fábio Gomes vai servir “Caldinho de cabeças de robalo, óleo de estragão, picles de cebola e Robalo grelhado”, Guilherme Sousa do restaurante Terroir prepara “Mexilhão, cevada com chouriço, couve lombarda e jus de cozido”, enquanto que o Sr. Domingos, um guardião da cozinha tradicional e residente na aldeia, confecionará “Sopa de Grão”. A Ricardo Machado do Mini Bar, cabe a preparação do “Bolo de laranja e canela, figos em escabeche e requeijão” e a Miguel Castro e Silva, responsável pelos restaurantes Casario e deCastro, serve “Barriga de barbo na grelha com batata-doce e legumes assados”. Shay Ola do restaurante Queimado apresenta-se com “Bolo do caco, bochecha de vaca, pimentos padrón grelhados e alho confitado” e Rui Martins do restaurante Culto ao Bacalhau, leva ao festival “Massada de Bacalhau”.

goncalo villaverde

Em Idanha-a-Velha, no dia 2 de outubro, sobe, literalmente, ao palco, Ljubomir Stanisic do 100 Maneiras, com o já referido “Brioche, cabeça de vaca biológica, kupus, rábano-picante e maionese demi-glace”. Vincent Farges, do restaurante Epur, com uma Estrela Michelin, servirá “Choc´n Rol” e João Marreiros do restaurante Loki, apresenta-se com “Tortilha de milho algarvio, javali e arroz”. Do restaurante Feitoria, o novo chef André Cruz apresenta “Grão-de-bico biológico, vaca nacional, levístico, hortelã e sálvia”.

Francisco Barbosa da Fábrica da Musa confecionará “Feijoada de Sames”, João Correia, do restaurante Dois Petiscos serve “Ovo, falso Magusto e espuma de batata”, cabendo a Renato Cunha, do restaurante Ferrugem, Garfo de Parta em 2022, servir “Rojão de porco bísaro com açorda de marisco”. Luís Brito, chef do restaurante A Ver Tavira, com um Estrela Michelin, serve “Pá de vitelo assado com maionese de castanhas e limão” e Arnaldo Azevedo, também com Estrela Michelin no restaurante Vila Foz, vai preparar “Bochecha de porco com cevadinha de legumes e enchidos”. João Dias, do restaurante À Mesa, apresenta “Cachorro de choco”.

Arrebita Idanha Bio

Arrebita Idanha Bio

goncalo villaverde

Mário Ramos e Raquel Ramos da Geocakes, de Idanha-a-Nova, adoçam o festival com “Queijada de cabra, torta, figo e borrachão ou carolo, figo e trilobite”, a residente Lurdes Clemente, igualmente guardiã da tradição gastronómica, confeciona, à moda antiga, “Estufado de javali com migas e puré” e Hugo Guerra do Lobo Mau, apresenta “Rabanada com tempo, caramelo salgado e mousse de café” Cabe à Padaria Soares & Co. servir o “Pão de espelta e aveia”, o “Pão de grão” e o “Brioche de chouriço”.

Arrebita Idanha Bio

Arrebita Idanha Bio

goncalo villaverde

O festival gastronómico Arrebita Idanha Bio decorre sábado, dia 1 de outubro, no deslumbrante cenário do Parque Iconológico de Penha Garcia, seguindo no domingo, dia 2 para Idanha-a-Velha, uma das mais antigas Aldeias Históricas de Portugal. A entrada é gratuita, a animação uma constante ao longo de todo o fim de semana e os pratos têm o preço único de €6. Aconselha-se a utilização de calçado e vestuário adequado às características acidentadas do terreno.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!