Um destino e tanto

Roteiro: descobrir as Cidades Criativas do Centro de Portugal

27 setembro 2022 10:08

Cidades Criativas da UNESCO

turismo centro de portugal

Marque na agenda um roteiro pelas cinco Cidades Criativas da UNESCO localizadas na região Centro de Portugal: Caldas da Rainha (Artesanato e Artes Populares), Covilhã (Design), Idanha-a-Nova (Música), Leiria (Música) e Óbidos (Literatura). Conuslte o guia oferecido com o Expresso

27 setembro 2022 10:08

A Rede de Cidades Criativas da UNESCO foi criada em 2004. As cidades que integram este projeto têm, como objetivo comum, a utilização da cultura e da criatividade como instrumentos de transformação das cidades em lugares seguros, inclusivos, sustentáveis e preparados para o futuro. Atualmente, esta rede mundial é composta por 246 cidades.

Esta sexta-feira, o Expresso, em parceria com o Turismo do Centro de Portugal, oferece um guia sobre as cinco as Cidades Criativas da UNESCO localizadas na região: Caldas da Rainha (Artesanato e Artes Populares), Covilhã (Design), Idanha-a-Nova (Música), Leiria (Música) e Óbidos (Literatura). O guia destaca ainda Aveiro, candidata a Capital Europeia da Cultura, em 2027, bem como os Lugares Património Mundial no Centro de Portugal.

Rota Bordaliana nas Caldas da Rainha

Rota Bordaliana nas Caldas da Rainha

turismo centro de portugal

Caldas da Rainha (Cidade Criativa do Artesanato e Artes Populares)

Para melhor conhecer a influência das artes, presente em cada esquina, nada como palmilhar a cidade e descobrir o que revela. A Rota Bordaliana é, naturalmente cartão de visita, através das 20 figuras de grande dimensão de Bordallo Pinheiro. O emblemático Zé Povinho, rãs, gatos, sardões, caracóis, folhas de couve, entre outros elementos característicos da estética Bordaliana, encontram-se espalhados pelas ruas da cidade, em fachadas de prédios e até penduradas em árvores. O Centro de Artes (Tel. 262840540) funciona como uma montra viva da obra dos criadores locais, albergando cinco museus. Se quiser aprender as técnicas básicas utilizadas pelos ceramistas, este é o local ideal, com um calendário de workshops e ateliês destinados ao público em geral. O mesmo acontece no Museu da Cerâmica (Tel. 262840280). É incontornável uma visita ao Hospital Termal Rainha D. Leonor, atualmente espaço que acolhe as Termas das Caldas da Rainha (Tel. 262240012). O Parque D. Carlos I, incluído na Rota Bordaliana, também acolhe o Museu José Malhoa (Tel. 262831984), primeiro edifício a ser projetado para fins museológicos em Portugal.

New Hand Lab, na Covilhã

New Hand Lab, na Covilhã

turismo centro de portugal

Covilhã (Cidade Criativa do Design)

Ao longo de todo o ano, de forma permanente, a cidade convida a percorrer as rotas de Arte Urbana e Arte Nova. A descobrir Judiarias, a conhecer o Património Industrial e a Rota da Lã. Mas, é em espaços como o New Hand Lab e o Museu Nacional dos Lanifícios da Universidade da Beira Interior (MUSLAN) que se promove a criatividade, a inovação e o empreendedorismo assente no respeito pela história e pela identidade cultural do território e das gentes locais. Fiar, cardar ou tecer lã são artes que pode aprender na Oficina Têxtil, instalada no Núcleo da Real Fábrica Veiga. Percorra o centro histórico da Covilhã e admire o conjunto de obras de arte resultantes do mais antigo festival de arte urbana do país, o WOOL. Um autêntico museu a céu aberto a fazer despertar a curiosidade e os sentidos. A não perder também a Rota da Covilhã, Cidade-Fábrica, que inclui três percursos urbanos circulares e complementares, que propõem uma visita aos espaços mais significativos da indústria de lanifícios da cidade.

Adufe em Idanha-a-Nova

Adufe em Idanha-a-Nova

turismo centro de portugal

Idanha-a-Nova (Cidade Criativa da Música)

Símbolo maior da tradição e riqueza musical do concelho, o adufe destaca-se na imagem institucional de Idanha-a-Nova. As Adufeiras de Monsanto e as do Rancho Etnográfico de Idanha-a-Nova têm granjeado notoriedade internacional, quer seja em festivais populares ou em cerimónias oficiais de grande visibilidade. Atualmente, existem mais de meia centena de adufeiras, com idades entre oito e oitenta anos, bem como vários projetos que ajudam a que a arte não seja esquecida, tanto nas escolas públicas, como em instituições, destacando-se a oficina de José Relvas (Tel. 962692887) e o Centro de Artes Tradicionais (Tel. 277201023). Nestes locais são organizados workshops destinados ao público em geral, onde se aprende, junto de mestres artesãos a construir o emblemático instrumento musical de percussão, de forma quadrada, feito em pele de ovelha ou cabra, com caixilho em madeira, com sementes, areias, ou caricas, para enriquecer o som peculiar que emitem. O Centro Cultural Raiano é o maior palco de toda a programação cultural de Idanha-a-Nova, com atividades várias como exposições, seminários e palestras. A temática Casa Adufe, que integra o complexo Casas da Villa (Tel. 960281677), na Aldeia Histórica de Monsanto, é uma opção imersiva de alojamento.

Leiria - Cidade Criativa da Música

Leiria - Cidade Criativa da Música

iolanda pereira / cm leiria

Leiria (Cidade Criativa da Música)

As Cantigas de Amigo do rei trovador D. Dinis ecoaram no castelo, no século XIII. Do Teatro D. Maria Pia, desde os finais do século XIX, ao atual Orfeão de Leiria, pela cidade passaram os grandes concertos das principais salas europeias e os melhores intérpretes nacionais e internacionais, da música e do bailado. Aqui, têm nascido e crescido músicos, bailarinos, escritores e artistas de várias áreas. Aqui, nasceram também projetos musicais inovadores e precursores emblemáticos, quer no âmbito da educação, da musicoterapia ou do impacto social, que reforçam a relação da música com a dignidade humana. Em 2022, junta-se à já vasta oferta, um novo grande acontecimento, o Festival Leiria Cidade Criativa da Música, de 16 a 18 de novembro, que celebra o centenário do nascimento de José Saramago. O Centro Cultural Mercado de Sant’Ana, antigo mercado da cidade, conta com um espaço expositivo, dois auditórios e galerias ao ar livre para eventos. O Museu de Leiria, no antigo Convento de Santo Agostinho, é muitas vezes palco de concertos, seja em sala ou no claustro, ao ar livre.

Livraria de São Tiago, em Óbidos

Livraria de São Tiago, em Óbidos

municipio de obidos

Óbidos (Cidade Criativa da Literatura)

Tudo começou em 2011, com o projeto Óbidos Vila Literária. A estratégia começou por instalar uma enorme livraria generalista na Igreja de São Tiago, um templo do século XII, que tinha deixado de estar afeta ao culto religioso e encontrava-se abandonada e em mau estado de conservação. A partir daqui surge a ideia de construir uma rede física de livrarias, o que fez disparar, em menos de cinco anos, de zero para 11, os novos espaços de venda de livros, incluindo um hotel literário, o The Literary Man. No total, estes locais guardam mais meio milhão de livros! Atualmente, são dois os grandes eventos organizados todos os anos no âmbito da Óbidos Vila Literária: o FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos, e o Latitudes – Literatura e Viajantes. O FOLIO vai decorrer entre 6 e 16 de outubro, subordinado ao tema “O Poder” e com promessa de muitas novidades. Aproveite para visitar o Mercado Biológico de Óbidos, que funciona num antigo quartel de bombeiros, e onde se encontram produtos biológicos da região, como alfarrabistas com dezenas de livros.

Saiba mais sobre as Cidades Criativas da UNESCO no Centro de Portugal

Centro de Portugal... um destino e tanto é uma parceria Boa Cama Boa Mesa com o Turismo Centro de Portugal.