Boa Mesa

Nestes restaurantes já se comem larvas, gafanhotos e outros insetos

15 junho 2022 10:26

São produzidos pela Portugal Bugs e já estão nas ementas de três restaurantes nacionais. A empresa exporta ainda para Espanha, Bélgica, Holanda e Japão aquele que já é considerado o alimento do futuro.

15 junho 2022 10:26

“É um pouco como o slogan daquela bebida: primeiro estranha-se, depois, entranha-se”, diz Álvaro Sá, proprietário da Adega da Vila (Rua Comendador António Fernandes da Costa, 57, Vila do Conde. Tel. 961258237), responsável pela introdução na oferta do restaurante que lidera, de insetos como aperitivos. “Arriscámos”, conta, “e se no início as pessoas diziam para levar o prato da mesa, hoje, esses clientes são os primeiros a pedir para acompanhar uma bebida”. O restaurante tem uma carta baseada no conceito de tapas, com propostas como “Tábua de queijos”, “Ameijoa”, “Mexilhão”, “Açorda de camarão”, “Muxama de atum”, e “Papas de sarrabulho”, e outros sazonais, como o “Tomate coração de boi”.

Adega da Vila

Adega da Vila

Depois, começou por servir uns pires com larvas, grilos, gafanhotos, apenas temperados com flor de sal, sem nenhuma intervenção, ou seja, ao natural e o resultado não podia ser melhor. Vão criar pratos, em breve, confessa, “talvez uma salada, feita com alface e com os grilos a acompanhar, ou algo mais provocador”.
Mais a sul, em Aveiro, o Clandestino by Salpoente (Rua Dr. Luis Brás de Abreu, 3, Aveiro. Tel. 234483185) seguiu o mesmo caminho. O chef João Dias recorda que “começaram por servir os insetos como aperitivo, numa taça de larvas e grilos desidratados salteados com orégãos e pimentão fumado (€4,50), que foi um sucesso.

Portugal Bugs

Portugal Bugs

Mais tarde iniciaram as “Clandtrips”, ementas inspiradas noutras geografias. Começaram por Nova Iorque, e seguiram para a Tailândia que foi, conta "quando a ideia de servir insetos surgiu”. Neste menu, logo no início, “é servida uma espetada de gafanhotos e legumes em tempura (€18,90), que antecede um menu com entrada, prato principal e sobremesa”. A espetada é cortesia do chef e acompanha com um molho sweet chili com soja.

Portugal Bugs

Portugal Bugs

Já por Lisboa, o restaurante Carnal do Grupo 100 Maneiras de Ljubomir Stanisic serve, atualmente, um molho à base de gafanhotos. É incluído no “Taco nortenho”, e leva uma base de tortilha de trigo, feijão-preto, cebola caramelizada, fraldinha de vaca barrosã, molho de gafanhotos e gafanhotos desidratados em cima do molho. (€15). O chef Luís Ortiz assume estar a pensar em utilizar os insetos em “molhos fermentados de larvas, numa mistura de comida mexicana e asiática”. De igual modo, revela, “pensamos em introduzir estes ingredientes na ementa do 100 Maneiras”.

Portugal Bugs

Portugal Bugs

A empresa responsável por esta verdadeira “revolução” gastronómica é a Portugal Bugs, que esta quarta-feira, 15, vai realizar a primeira introdução de uma refeição com insetos no Instituto Politécnico de Lisboa, em todas as cantinas do instituto. Nasceu em 2016 no Porto, e é a primeira empresa portuguesa a produzir, desenvolver e comercializar insetos e produtos alimentares com insetos para consumo humano. Líder no mercado português, vende os seus produtos nos maiores retalhistas nacionais e os seus insetos em vários restaurantes de cozinha requintada.

Portugal Bugs

Portugal Bugs

A Portugal Bugs está representada em mais de 200 lojas, em cerca de 15 restaurantes espalhados pelo globo e comercializa cerca de 20 produtos diferentes. Há “Snacks de larvas”, com sabores que vão do natural ao sal marinho ou pimenta Cayenne. Os “Snacks de grilos” surgem ao natural ou com sal marinho, tomilho e pimenta, e tomate e orégãos. Há ainda barras energéticas, com larvas da farinha, a que juntam os sabores de manteiga de amendoim e mel, maçã e canela, chocolate e amêndoa e figo e laranja. As larvas da farinha e os grilos têm um alto teor de proteína e são uma forma mais sustentável de consumir proteína. São fonte de fibras, aminoácidos essenciais, vitaminas e muitos micronutrientes e feitos sem corantes, conservantes ou aromas. O leque de oferta com insetos inclui ainda chocolates e massa de Fusilli, para cozinhar em casa. Para os mais arrojados, há ainda o “Bug Burger”, feito apenas com vegetais e insetos e o primeiro entoburger da Península Ibérica.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!