Boa Vida

Moscatel Vegan? Já há e é certificado pela Adega de Favaios

13 junho 2022 15:55

Depois dos vinhos de mesa, estes são o primeiro dos moscatéis portugueses a obter a certificado Vegan. Uma oportunidade para "tornar o vinho mais inclusivo".

13 junho 2022 15:55

Começou por ser um nicho de mercado, passou a tendência, hoje é uma realidade que veio para ficar. A certificação de bebidas vegan, vai de encontro à preferência de um crescente número de consumidores e apreciadores deste estilo de vida. Na adega de Favaios, todos os vinhos DOC Douro já levam o selo Vegan. Agora, chegou a vez dos vinhos fortificados.

Favaito vegan

Favaito vegan

Miguel Ferreira, enólogo da Adega de Favaios, explica que “Em resposta a uma tendência do mercado, começaram a surgir produtos enológicos de origem vegetal que revelaram resultados excelentes quando os testamos. Sentimos ser uma boa oportunidade para tornar o vinho mais inclusivo, apresentando vinhos aptos para consumo por vegetarianos e veganos”.

Favaios

Favaios

Desde há uma década que não é usado qualquer produto de origem animal no processo de vinificação na Adega”, lembra o enólogo, sendo agora possível apresentar o selo vegan nos moscatéis mais jovens, de lotes com idades entre 3 e 8 anos. “Só nos moscatéis mais velhos ainda não é possível garantir a ausência de produtos de origem animal”, ressalva.

Fundada em 1952, a Adega de Favaios é o principal produtor de Moscatel do Douro (79 por cento do volume total produzido na região), com vendas de 3,1 milhões de litros de Moscatel em 2021. A adega produz igualmente espumantes, Portos e DOC Douro, com destaque para os brancos de altitude, oriundos do planalto de Favaios.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!