Exclusivo

100 personalidades

Tiago Rodrigues, aquele que não descansa no cume da montanha

Tiago Rodrigues, aquele que não descansa no cume da montanha
Foto Tiago Miranda

É o actual director artístico do Festival de Avignon, e também o primeiro estrangeiro a ocupar esse lugar. Poder-se-ia esperar algum abrandamento criativo do encenador, dramaturgo, ator, produtor e programador. Mas não é o que está a acontecer. Nem o que prometeu, na primeira entrevista que deu depois de ser nomeado para o lugar. “Tem de existir um equilíbrio entre o desejo de ser artista e a responsabilidade enquanto diretor do festival.” Ele vai continuar, porque o “cume está para além da montanha”

“Como no alpinismo, quando chegamos ao cume percebemos que a montanha continua para lá dele. Portanto, não nos podemos sentar no cume a saborear aquilo que se conquistou. É preciso continuar.” Esta frase, dita numa entrevista ao Expresso por Tiago Rodrigues, dramaturgo, encenador e ator, em dezembro de 2019, não se aplicava a si próprio nem aos seus conseguimentos, ainda que o próprio tivesse acabado de ganhar o Prémio Pessoa. Meses antes, em abril, também recebera o título francês de Cavaleiro das Artes e das Letras, e a Royal Shakespeare Company convidara-o para levar a cena “Ensaio sobre a Cegueira” e “Ensaio sobre a Lucidez”, de Saramago (projeto que a pandemia adiou). A frase aplicava-se ao processo que estava a desenvolver no Teatro Nacional D. Maria II (TNDM II), enquanto diretor nomeado quatro anos antes, em 2015.

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: cmargato@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas