Acabou a espera.
Simão Correia vai fazer transplante de medula em breve e o dador será o próprio pai
CLIQUE
SOCIEDADE
Simão Correia, de 23 anos, foi diagnosticado com uma leucemia linfoblástica aguda tipo B e encontrava-se, desde 2022, à procura de dadores de medula óssea para sobreviver. Mas não é possível esperar mais: o dador será o próprio pai e a cirurgia para a realização do transplante já está marcada para "final de abril, início de maio",
confirmou Simão ao Expresso.
"Iremos avançar com o meu pai. Os meus médicos procuraram um dador não relacionado (que não diz respeito à minha família direta) e, por vários motivos, não foi possível avançar com nenhum dos que apareceram inicialmente", explicou, ao Expresso, Simão Correia, referindo que o pai não é o dador ideal (90 ou 100% de compatibilidade), mas o dador possível: tem 58% de compatibilidade.
"Será possível avançar para transplante visto que foi criada uma técnica em Itália (em 2017, penso eu), que permite este tipo de transplantes. Chama-se 'transplante alogénico de progenitores'", sublinhou.
Agora, há que avançar, sem medos. Simão sabe que terá de "tomar bastante medicação" para o seu corpo "não rejeitar" a medula do próprio pai, mas acredita que tudo vai correr pelo melhor. "Estou confiante de que as coisas vão correr bem! Só têm de correr", garantiu.
Enquanto aguarda pela cirurgia, Simão Correia tem espalhado o seu talento para a música. Quando partilhou a sua história, pegou na guitarra e fez uma canção para apelar à doação de medula, intitulada 'Até ao Fim', que chegou a cantar na redação do Expresso. Mas agora é tudo mais sério: começou a ser agenciado pela produtora Estúdio Zeco, do músico João Só.
Simão está agora a apresentar canções originais, bem como músicas que têm sido importantes na sua vida. Já entrou em palco no Espaço Moche, em Lisboa, com artistas convidados como Ana Bacalhau e Carolina de Deus, esta segunda-feira, 3 de abril, num concerto completamente esgotado. E vai voltar a entrar em ação em mais dois, a 4 e 5 de abril.
Recentemente, os D'ZRT juntaram-se também a Simão Correia numa campanha que apela à consignação do IRS para a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL). Para apelar à doação de 0,5% do IRS e também de medula óssea, a propósito do caso de Simão, lançaram uma versão especial da música 'Herói por um dia', tema da boyband.
Simão esteve em fevereiro no Expresso da Manhã, onde contou a sua história e cantou 'Até ao Fim'
LEIA MAIS ARTIGOS
WEBSTORY: PEDRO ALMEIDA
FOTOGRAFIAS: DIVULGAÇÃO; D.R.
<!— netScope v4 – Begin of gPrism tag for AMPs -->