Quatro possíveis motivos pelos quais não é contratado
SAIBA AQUI
Num processo de recrutamento, todos os aspetos pesam, mas alguns são mais determinantes do que outros para a decisão do recrutador. Mesmo que a entrevista tenha corrido lindamente e que o candidato tenha um currículo irrepreensível, pode não ser o escolhido. E nem sempre o motivo da exclusão resulta claro para o candidato
Os especialistas da consultora Michael Page explicam que os critérios valorizados pelos recrutadores variam consoante a vaga e a empresa, mas avisam que em regra há seis grandes motivos que dominam as recusas no recrutamento
1.
O seu currículo não o vendeu
O curriculum vitae (CV) é a sua primeira montra. Um bom CV combina experiência relevante com apresentação clara e concisa, capaz de o vender como o melhor para o cargo
2.
A sua motivação não era clara
Um empregador recebe, em regra, centenas de candidaturas para uma vaga e procura uma motivação para ir encurtando a lista. Qualquer empregador pretende um bom profissional, com excelência técnica na sua área, mas também alguém motivado para exercer a função. É determinante que saiba explicar o que o move a querer aquele emprego
3.
Não demonstrou conhecimento
Outro erro fatal para um candidato é não conseguir demonstrar a sua competência para a função a que se candidata. A falta de preparação para a entrevista pode potenciar esta dificuldade. Pesquise tudo sobre a empresa para conseguir demonstrar que é a aposta certa
4.
Havia alguém mais experiente
Por vezes, não depende mesmo de si. Pode ter um bom CV e um excelente desempenho na entrevista, mas a concorrência era muito forte e havia candidatos melhores e mais experientes, o que conta muito em tempos de incerteza económica
LEIA MAIS ARTIGOS
TEXTO: EXPRESSO
FOTOGRAFIAS: GETTY
<!— netScope v4 – Begin of gPrism tag for AMPs -->