Facebook vai eliminar publicações que apoiem
e promovam invasão em Brasília
CLIQUE
INTERNACIONAL
Todos os conteúdos ou publicações que sejam feitos tanto no Facebook como no Instagram e apoiem a invasão em Brasília, que aconteceu este domingo (8), vão ser prontamente eliminados e bloqueados, segundo avança a BBC.
O anúncio foi feito pela Meta, empresa que detém não só o Facebook e o Instagram como também o WhatsApp.
Todas as publicações que incentivem a "pegar em armas" ou a invadir à força o Congresso, entre outros, estão também a ser classificadas como "atos de violação", adiantou um porta-voz da Meta à BBC.
No domingo (8), recorde-se, apoiantes radicais de Jair Bolsonaro, o ex-presidente brasileiro que perdeu a reeleição para Lula da Silva em outubro, invadiram o Congresso, o Supremo Tribunal e o Planalto - os três centros do poder executivo brasileiro, ocupando e destruindo os edifícios.
“Estamos a acompanhar a situação ativamente e continuaremos a excluir conteúdo que viole as nossas políticas”, concluiu o porta-voz.
A invasão do Capitólio dos Estados Unidos da América, que aconteceu a 6 de janeiro de 2021, já havia sido sinalizada como "ato de violação" por parte da Meta.
LEIA MAIS ARTIGOS
WEBSTORY: EXPRESSO
FOTOGRAFIAS: SÉRGIO LIMA/AFP/GETTY IMAGES; JOEDSON ALVES/ANADOLU AGENCY/GETTY IMAGES
<!— netScope v4 – Begin of gPrism tag for AMPs -->