Diretora de escola nos EUA que perdeu emprego por mostrar "David" a alunos foi agora convidada a visitar Florença

SAIBA MAIS
INTERNACIONAL
A diretora da Tallahasse Classical School, na Flórida, Estados Unidos, demitiu-se em março após polémica por mostrar imagem da estátua de David de Michelangelo a alunos do sexto ano.
Segundo a CNN Portugal, a ex-diretora, Hope Carrasquilla, afirmou a um meio de comunicação local que um dos pais considerou a aula como "pornográfica".
Segundo o jornal "The Guardian", depois da polémica em março deste ano, o presidente da câmara de Florença e diretor do museu onde se encontra a estátua de David, convidou a ex-diretora a visitar Florença, para "dar-lhe reconhecimento em nome da cidade", afirmou no Twitter.
O presidente da câmara de Florença disse ainda que "a arte é civilização e quem a ensina merece respeito".
Segundo o presidente da direção da escola americana, Barney Bishop III, foi dada, na altura, a escolha à ex-diretora de se demitir ou ser demitida apenas porque não cumpriu com o regulamento de avisar os encarregados de educação, com antecedência, sobre o conteúdo da aula, afirmou à CNN.
"Temos de garantir que o conceito de direitos parentais é supremo na Florida e na nossa escola", acrescentou.
Ao NPR, a ex-diretora admitiu que tinha presumido que o e-mail de aviso teria sido enviado e, então, não acompanhou a situação.
"É da minha responsabilidade garantir que estas coisas não aconteçam, mas, honestamente, não precisamos de enviar uma carta sobre a arte renascentista", acrescentou.
LEIA MAIS ARTIGOS
WEBSTORY: EMÍLIA CARDOSO,
EDITADO POR RITA COELHO
FOTOGRAFIA: GETTY IMAGES
<!— netScope v4 – Begin of gPrism tag for AMPs -->