Saúde

Algarve recebe 196 médicos em internato nas unidades do SNS

3 janeiro 2023 22:15

marcos borga

Um total de 196 médicos internos escolheram as unidades do Serviço Nacional de Saúde do Algarve para desenvolverem o internato médico de formação geral e de especialidade

3 janeiro 2023 22:15

O Algarve recebeu um total de 196 médicos internos que escolheram as unidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS) da região para desenvolverem o internato médico de formação geral e de especialidade, foi anunciado esta terça-feira.

Em comunicado, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve informou que do total de 174 médicos, 134 de formação geral e 40 de formação especializada ficam colocados no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA).

Segundo a ARS do Algarve, 22 médicos em internato são distribuídos pelas unidades dos três Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) do distrito de Faro.

O internato médico realiza-se após a licenciatura ou mestrado integrado em Medicina e corresponde a um processo de formação médica especializada, teórica e prática, que tem como objetivo habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respetiva área de especialização.

No primeiro ano, designado por formação geral, os médicos passam nove meses nos serviços hospitalares de Medicina Interna, Pediatria e Cirurgia Geral, sendo os restantes três dedicados à especialidade de Medicina Geral e Familiar e à Saúde Pública.

Já a formação especializada pode ter a duração de quatro a seis anos, dependendo da especialidade.

De acordo com a ARS do Algarve, os médicos internos da formação geral vão desenvolver a sua formação em diferentes especialidades e serviços nas unidades hospitalares do CHUA e nos centros de saúde, "de forma tutelada, para aprofundar os seus conhecimentos em diversos contextos clínicos".

No âmbito da formação especializada, os médicos internos foram colocados nos hospitais de Faro e de Portimão, nas especialidades de Anestesiologia (dois), Cardiologia (um), Cirurgia Geral (dois), Doenças Infecciosas (um), Gastrenterologia (um), Ginecologia e Obstetrícia (três), Imunoalergologia (um), Medicina Física e Reabilitação (quatro), Medicina Intensiva (três), Medicina Interna (sete), Nefrologia (um), Neurocirurgia (um), Oncologia Médica (dois), Otorrinolaringologia (um), Patologia Clínica (um), Pediatria (dois), Pneumologia (dois), Psiquiatria (dois), Radiologia (dois) e Reumatologia (um).

O CHUA informou que além dos 174 médicos internos, recebeu também quatro residentes farmacêuticos que vão realizar a sua formação na instituição durante os próximos quatro anos.