Coronavírus

Covid-19: Reino Unido ultrapassa os dois milhões de casos pela primeira vez nos últimos três meses

Covid-19: Reino Unido ultrapassa os dois milhões de casos pela primeira vez nos últimos três meses
NurPhoto/Getty Images

O número de testes positivos continua a aumentar em todo o Reino Unido. Na semana até 10 de outubro, aumentou 15% face à semana anterior, segundo os mais recentes dados adiantados pelo Gabinete Nacional de Estatísticas britânico

Os casos de covid-19 no Reino Unido continuam a aumentar. Segundo os mais recentes dados adiantados pelo Gabinete Nacional de Estatísticas britânico (ONS, na sigla original), o número de infeções ultrapassou os dois milhões pela primeira vez nos últimos três meses.

De acordo com o gabinete, o número de infeções mantém a tendência de aumento em Inglaterra e no País de Gales, enquanto na Escócia e Irlanda do Norte os números têm oscilado.

Em todo o Reino Unido, o número de residentes em habitações particulares que testaram positivo à covid-19 aumentou 15% nessa semana, face aos 1.7 milhões registados na semana anterior.

O número de testes positivos continua a crescer especificamente nas faixas etárias dos 25-34 anos e 50-69 anos, diz o gabinete de estatísticas.

E em Portugal?

Segundo o mais recente relatório epidemiológico semanal da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, divulgado esta sexta-feira, Portugal registou, entre 11 e 17 de outubro, 7.340 infeções, 46 mortes e um aumento dos internamentos.

Em relação à semana anterior, registaram-se mais 761 casos de infeção, verificando-se ainda mais oito mortes na comparação entre os dois períodos.

Quanto à ocupação hospitalar, a DGS passou a divulgar às sextas-feiras os dados dos internamentos referentes à segunda-feira anterior à publicação do relatório.

Com base nesse critério, o boletim indica que, na última segunda-feira, estavam internadas 465 pessoas, mais 45 do que no mesmo dia da semana anterior, com 32 doentes em unidades de cuidados intensivos, mais quatro.

A incidência a sete dias estava, na segunda-feira, nos 71 casos por 100 mil habitantes, tendo registado um aumento de 11% em relação à semana anterior, e o índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus subiu para os 0,85.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: hrbento@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas