Sociedade

Feridos graves de incêndio em prédio de Lisboa a evoluir favoravelmente

10 janeiro 2023 11:31

Incêndio num prédio de 10 andares na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, em Lisboa, causou 18 feridos

tiago petinga/lusa

Na sequência do incêndio foram assistidas no local 18 pessoas, 14 das quais foram transportadas para os hospitais de São José e Santa Maria, três em estado muito grave

10 janeiro 2023 11:31

Os três feridos graves que deram entrada no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, devido ao incêndio na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro na quinta-feira, mantêm-se internados, mas a evoluir favoravelmente, disse à Lusa fonte hospitalar.

"Estão a evoluir favoravelmente. Dois dos três doentes já não necessitam de ventilação", disse fonte hospitalar à agência Lusa.

O incêndio deflagrou às 02h15 de quinta-feira no número 108, um edifício misto: de escritórios até ao 5.º andar e de habitação do 6.º ao 10.º, onde residem 21 pessoas, tendo provocado vários feridos.

Na sequência do incêndio foram assistidas no local 18 pessoas, 14 das quais foram transportadas para os hospitais de São José e Santa Maria, três em estado muito grave.

Na sexta-feira, em declarações à Lusa, a diretora do Serviço Municipal de Proteção Civil de Lisboa, Margarida Castro Martins, referiu que o fogo terá começado no r/c do prédio, na zona de passagem de cabos elétricos e de comunicações, tendo-se propagado através da abertura para os pisos superiores.

O incêndio foi dado como extinto às 04h20.

No local estiveram 87 operacionais, entre elementos dos Sapadores de Bombeiros, Polícia Municipal, Bombeiros Voluntários de Lisboa, proteção civil, PSP e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), com o apoio de 40 veículos.