Loading...

Sociedade

Quatro pessoas morreram em mais de 550 acidentes em três dias nas estradas portuguesas

A GNR deteve 101 pessoas por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue considerada crime

Mais de 100 condutores foram detidos pela GNR por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue considerada crime. Quatro pessoas morreram, desde quinta-feira, nas estradas portuguesas.

A Operação Ano Novo continua em peso, um pouco por todo o país. Na área de serviço da A5, sentido Lisboa-Cascais, estiveram esta madrugada 53 militares da GNR, do Comando Territorial de Lisboa.

A operação começou às duas da manhã.Centenas de condutores foram fiscalizados,11 pessoas foram detidas e vão ser presentes a tribunal por conduzirem com uma taxa crime de álcool no sangue.

Foram ainda registadas mais de 50 contraordenações.

“Temos também várias faltas de inspeção e de seguro, que foram a maior parte das contraordenações, além do excesso de álcool”

A nível nacional, entre quinta-feira e o início da manhã deste domingo, houve mais de 550 acidentes. 4 pessoas morreram e 11 ficaram gravemente feridas nas estradas portuguesas.

A GNR deteve, pelo menos, 101 pessoas por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue considerada crime e 65 que conduziam sem habilitação legal.

São números ainda provisórios porque a segunda fase da Operação Ano Novo só termina esta segunda-feira.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários
Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas