Sociedade

Papa pede orações pelo antecessor a milhares na Praça de São Pedro

1 janeiro 2023 14:25

yara nardi / reuters

O papa Francisco pediu orações por Bento XVI, a quem definiu como "servo fiel do Evangelho e da Igreja", aos milhares de fiéis que se juntaram na Praça de São Pedro, este domingo.

1 janeiro 2023 14:25

"Nestas horas invocamos a sua intercessão em particular para o papa Emérito Bento XVI, que ontem (sábado) deixou este mundo. Estamos todos unidos, com um coração e uma alma, a agradecer a Deus pelo dom deste fiel servo do Evangelho e da Igreja", disse Francisco, na celebração da Eucaristia, este domingo.

O Papa felicitou todos os presentes e os que seguiram as suas orações, agradecendo em particular as homenagens prestadas pelos líderes italianos.

A 1 de janeiro celebra-se o 56.º Dia Mundial da Paz sob o lema "Ninguém pode ser salvo sozinho" e Francisco lembrou a guerra na Ucrânia e noutras regiões do mundo e instou a continuar a trabalhar pela paz "sem perder a esperança".

Francisco reiterou o seu apelo à paz na Ucrânia, considerando "intolerável" que ainda hoje a invasão russa e os bombardeamentos do país continuem" e desejou que os esforços de todos os povos sejam "direcionados para o desenvolvimento, saúde, alimentação e trabalho, uma vez que o grito de 'Não à guerra e ao rearmamento' é contínuo".

O Papa falou da janela do Palácio Apostólico aos milhares de fiéis reunidos na praça encimada pela famosa colunata de Bernini. Depois da oração observou um momento de silêncio.

Os restos mortais do papa emérito serão expostos na Basílica de São Pedro, no Vaticano, para que os fiéis que queiram possam dar-lhe um último adeus a partir desta segunda-feira, 2 de janeiro.

O Papa Francisco foi o primeiro a visitar o corpo de Bento XVI, ainda no mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano, onde residia desde sua renúncia em 2013, confirmou hoje a Santa Sé.

Já hoje o Vaticano divulgou as primeiras imagens do corpo de Bento XVI, mostrando o falecido papa deitado num catafalco vestido de vermelho (a cor do luto papal) e usando uma mitra branca adornada e um terço nas mãos.

O catafalco situa-se no centro de uma pequena capela privada do mosteiro onde viveu desde a sua renúncia em 2013, localizada no coração dos Jardins do Vaticano. Um crucifixo, uma árvore de Natal e uma cena de natividade são visíveis ao fundo.

Os cardeais também rezaram em frente ao corpo de Joseph Ratzinger, de acordo com uma foto publicada nas redes sociais.

O papa emérito Bento XVI abalou a Igreja ao resignar do pontificado por motivos de saúde, em 11 de fevereiro de 2013, dois meses antes de comemorar oito anos no cargo.

Joseph Ratzinger, que foi papa entre 2005 e 2013, nasceu em 1927 em Marktl am Inn, na diocese alemã de Passau, tornando-se no primeiro alemão a chefiar a Igreja Católica em muitos séculos e um representante da linha mais dogmática da Igreja.

Os abusos sexuais a menores por padres e o "Vatileaks", caso em que se revelaram documentos confidenciais do papa, foram temas que agitaram o seu pontificado. Bento XVI classificou os abusos como um "crime hediondo" e pediu desculpa às vítimas.

O funeral de Bento XVI realiza-se na quinta-feira, na Praça de São Pedro, no Vaticano, às 09:30 locais (08:30 em Lisboa), numa celebração presidida pelo papa Francisco.