Sociedade

Mais de 220 centros de saúde abertos na véspera e no dia de Natal

23 dezembro 2022 13:01

Lista e horários das unidades em funcionamento podem ser consultados no portal do SNS. Mas Ministério da Saúde lembra que o primeiro passo na procura de assistência médica deve ser ligar para a linha SNS 24

23 dezembro 2022 13:01

Mais de 220 centros de saúde vão estar abertos na véspera e no dia de Natal para atender a situações de doença aguda não emergente, anunciou o Ministério da Saúde esta sexta-feira.

O Ministério da Saúde adianta em comunicado que 221 unidades de cuidados de saúde de saúde primários vão estar abertas na véspera e 180 no dia de Natal e reforça o apelo para que o primeiro passo na procura de assistência médica seja ligar para a linha SNS 24.

Os centros de saúde têm adaptado os seus horários de atendimento alargado (dias úteis) e complementar (fim de semana e feriados) ao aumento das necessidades em saúde da população no período de outono-inverno, no âmbito do Plano Estratégico para a Resposta Sazonal em Saúde – inverno 2022-2023.

Ao abrigo deste plano, “já foi possível evitar milhares de idas às urgências hospitalares”, refere o Ministério da Saúde, adiantando que nos últimos quatro fins de semana, os centros de saúde asseguraram mais de 66 mil consultas.

A agência Lusa pediu dados ao Ministério da Saúde sobre o número de consultas realizadas ao abrigo desta medida, anunciada há um mês, e os centros de saúde com horário alargado e atendimento complementar, comparando com o período homólogo de 2021, estando a aguardar resposta.

A informação sobre os centros de saúde abertos e os respetivos horários pode ser consultada na área dedicada ao Plano de Inverno no Portal do Serviço Nacional de Saúde (SNS), “com o objetivo de centralizar estes dados e facilitar o acesso dos cidadãos a cuidados de saúde com qualidade e em tempo útil, sobretudo nesta altura de inverno em que as necessidades em saúde aumentam, mas em que nem sempre é necessário o recurso a uma unidade hospitalar”.

Em paralelo, a “Via Verde ACeS” nos serviços de urgência, que permite a referenciação mais ágil dos serviços de urgência para as unidades de cuidados primários, está já a funcionar em 27 Agrupamentos de Centros de Saúde (ACeS), de um total de 55, em articulação com unidades hospitalares.

Segundo o Ministério da Saúde, “esta resposta permite que os utentes triados como não urgentes – ou seja, pulseira branca, azul ou verde – sejam encaminhados dos hospitais para os centros de saúde, com data e hora previamente definidas, sendo atendidos, no máximo, em 24 horas”.

A aceitação da referenciação para os centros de saúde isenta os utentes do pagamento das taxas moderadoras.