Sociedade

Cinco escolas portuguesas de Gestão entre as 95 melhores da Europa. A da Nova lidera

5 dezembro 2022 0:01

Campus da Nova SBE, em Carcavelos

d.r.

ISEG junta-se a Nova SBE, Católica, Porto e ISCTE no ranking anual do Financial Times

5 dezembro 2022 0:01

A Nova School of Business & Economics (Nova SBE) subiu três posições no ranking do Financial Times das melhores escolas de gestão da Europa, divulgado no final de cada ano, integrando pela primeira vez o top 25. Ocupa agora o 24.º lugar e lidera o grupo de cinco faculdades portuguesas que figuram na edição deste ano. É a primeira vez que tal acontece.

Este ranking do FT resulta das avaliações que cada escola obteve ao longo do ano nas várias ofertas disponibilizadas: mestrados em Gestão, formação de executivos, MBA e EMBA (Executive MBA). Os bons resultados alcançados pela Nova SBE em 2022 – tornou-se este ano a primeira escola portuguesa no top 15 mundial com os seus dois mestrados internacionais (em Finanças e em Gestão) – culminaram nesta subida.

“O presente ranking não só reforça o posicionamento da Nova SBE no contexto europeu e internacional, como também reconhece a excelência no ensino superior português: pela primeira vez cinco escolas portuguesas figuram no prestigiado ranking, todas elas registando subidas na classificação geral”, destaca a escola em comunicado.

A Católica-Lisbon School of Business & Economics voltou a subir duas posições e ocupa agora a 27.ª posição. A escola é “um hub de atração de talento de docentes e alunos a nível mundial, um gerador de conhecimento de ponta em economia e gestão e uma verdadeira rampa de lançamento para uma carreira de sucesso com verdadeiro impacto na sociedade”, afirmou o diretor, Filipe Santos.

Já a Porto Business School (que aparece em conjunto com a Faculdade de Economia do Porto) subiu sete lugares no ranking do FT e alcança a 59.ª posição. Apoiada por um conjunto de 40 organizações, nacionais e internacionais e pela Universidade do Porto, a PBS destaca-se pelos seus programas de formação de executivos.

ISEG, no 65ª lugar, e ISCTE, no 67º, completam a representação nacional. A subida de dez posições reflete o nosso compromisso com os estudantes, docentes e parceiros, consolidando a reputação internacional da Iscte Business School como uma escola de referência para aqueles que procuram um ensino de excelência", salienta a diretora, Maria João Cortinhal.

O ranking do FT das melhores escolas de gestão europeias é dominado por países como a França, Reino Unido e Espanha, numa lista liderada pela HEC Paris, London Business School e ESCP Business School.