Loading...

Sociedade

Derrocada em Esposende: movimentação de terras durante o verão vai ser investigada

A Polícia Judiciária está a investigar as causas da derrocada que matou duas pessoas em Esposende

A Polícia Judiciária está a averiguar as causas da derrocada em Esposende, numa investigação que, sabe a SIC, terá em conta as movimentações de terras que aconteceram num terreno próximo durante o verão.

Movimentações essas que poderão ter contribuído para o deslizamento de terras que ocorreu na madrugada desta quarta-feira, depois de vários dias de chuva intensa, e que matou dois jovens de 22 anos.

Os corpos das duas vítimas foram transportados para o Instituto de Medicina Legal de Viana do Castelo às 16:00 desta quarta-feira, 12 horas depois do desastre. Isto porque só puderam ser retirados dos escombros depois de garantidas as condições mínimas de segurança.

As duas vítimas, um homem e uma mulher de 22 anos, estavam em casa, no quarto, quando a habitação foi atingida por pedras de grande dimensão.

No interior da casa estavam mais quatro pessoas que saíram ilesas: um casal na casa dos 50 anos e duas crianças de dois e 12 anos, que estão a receber apoio psicológico.

+ Vídeo
+ Vistas