Sociedade

Ensino perdeu 29 mil professores e educadores de infância em 12 anos

14 setembro 2022 9:55

Para além da quebra do número de professores (16,6%), registou-se uma diminuição do número de alunos (12,2%)

14 setembro 2022 9:55

Nos últimos 12 anos, as escolas portuguesas perderam mais de 29 mil educadores de infância, professores do ensino básico e secundário. Segundo o “Correio da Manhã”, a maior quebra de professores verifica-se no 2.º ciclo: há 12 anos eram 35.629 professores, em 2020/2021 caíram para 23.554.

A perda de professores é mais sentida no ensino público. Em comparação com o ano letivo de 2009/2010, há menos 34,3% professores.

É de realçar, no entanto, que o número de alunos também diminuiu. Em 2020/2021 havia menos 199.203 alunos matriculados do pré-escolar ao secundário do que em 2009/2010. Ainda assim, a quebra de alunos, neste período, é de 12,2% e a de professores é de 16,6%.