Sociedade

Mais de mil pessoas infringiram os limites de velocidade diariamente no primeiro semestre de 2022

12 setembro 2022 9:09

josé sena goulão/lusa

Radares registaram 186.954 infrações de velocidade até 30 de junho de 2022

12 setembro 2022 9:09

Os radares apanharam, nos primeiros seis meses do ano, 1038 pessoas a exceder o limite de velocidade, em média, por dia. De acordo com os dados da Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR) a que o “Jornal de Notícias" teve acesso, foram registadas, nos equipamentos da rede Sincro (Sistema Nacional de Controlo de Velocidade), 186.954 infrações de velocidade até 30 de junho de 2022.

Em comparação com o mesmo período de 2021 e de 2019, são mais 20% e 44% (respetivamente). Apesar das infrações ultrapassarem o período de pré-pandemia, o primeiro semestre de 2022 não ultrapassou, porém, o período homólogo de 2020. Nessa altura, foram registadas mais infrações de velocidade nos primeiros seis meses (257.560) do que o mesmo intervalo de tempo dos anos seguintes, 2021 (155.513) e 2022 (186.900).

O presidente da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACAM), Manuel João Ramos, diz que a segurança rodoviária ficou “confiada aos radares”, criticando a pouca “função educativa” que os Sincro têm junto dos condutores. "Continuamos a ter pouco patrulhamento, seja da GNR ou da PSP. As pessoas não sentem que haja uma presença do Estado e das autoridades na estrada.”