Sociedade

Sobral de Monte Agraço só tem um médico de família para quase 11 mil utentes

24 agosto 2022 14:41

catherine mcqueen

Denúncia é feita por José Alberto Quintino, autarca deste concelho do distrito de Lisboa. Médico em funções ameaça deixar o serviço. Marta Temido já foi informada, mas Governo ainda não apresentou soluções

24 agosto 2022 14:41

O presidente da Câmara de Sobral de Monte Agraço alertou hoje que a situação da falta de médicos “é catastrófica”, com um médico de família para toda a população deste concelho do distrito de Lisboa.

“Existe apenas um médico de família ao serviço para toda a população do concelho, ou seja, apenas cerca de 1.900 utentes têm médico de família, havendo cerca de 9.000 utentes sem médico”, afirmou José Alberto Quintino à agência Lusa.

Segundo o autarca, que já expôs o problema à ministra da Saúde, Marta Temido, durante uma reunião entre autarcas da região Oeste e a governante, o médico em funções tem vindo a ameaçar abandonar o serviço, devido à pressão do trabalho.

O Centro de Saúde de Sobral de Monte Agraço tem 10.853 utentes inscritos, dos quais cerca de 6.800 pertencem à Unidade de Saúde Familiar Costa Campos.

Devido à falta de médicos, “o centro de saúde não consegue nem revalidar receitas aos utentes e as pessoas, quando precisam de uma receita, têm de ir para as urgências do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, entupindo as urgências”, explicou José Alberto Quintino.

De acordo com o autarca, a tutela reconheceu “a situação muito difícil dos cuidados de saúde no concelho, tendo ficado sensibilizada para a necessidade de resolver os problemas”.