Sociedade

Morreu criança resgatada da Barragem de Montargil

Buscas pelo pai da criança continuam este domingo. Menina de 5 anos tinha sido retirada com vida, mas acabou por falecer

A menina, de cinco anos, retirada ainda com vida da barragem de Montargil, no concelho de Ponte de Sor (Portalegre), acabou por morrer, disse à agência Lusa fonte da GNR.

A criança foi resgatada da água com vida e foi transportada para o Hospital do Médio Tejo, em Abrantes (Santarém), mas “acabou por falecer”, indicou à Lusa a mesma fonte da GNR.

Anteriormente, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre já tinha explicado à Lusa que a menina tinha sido considerada ferida grave, sendo o transporte para a unidade hospitalar feito pelos bombeiros, com acompanhamento da viatura médica de emergência e reanimação do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM)

Desde esta tarde, as autoridades continuam a fazer buscas na barragem alentejana pelo pai da menina, de 33 anos, que está desaparecido na água, perto do parque de campismo.

A fonte da GNR contactada pela Lusa explicou que, de acordo com relatos de testemunhas, esta tarde, pai e filha estariam a utilizar um barco de borracha.

“O senhor estava a nadar e a menina estaria no barco. As testemunhas não se aperceberam do que é que aconteceu a seguir, mas viram o corpo da menina na água e foram uns banhistas que a conseguiram retirar para terra, inconsciente, e depois foram efetuadas manobras de reanimação”, relatou a fonte policial.

Buscas suspensas

As buscas pelo homem, de 33 anos, que desapareceu hoje na Barragem de Montargil, foram suspensas às 21h23, sem que tenha sido encontrado, e são retomadas no domingo de manhã, revelou a Proteção Civil.

Em declarações à agência Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre não especificou a hora a que a operação vai ser retomada, mas disse que será “ao início da manhã”.

O homem, segundo fonte da GNR igualmente contactada pela Lusa, é pai da menina, de cinco anos, que foi retirada com vida da barragem, esta tarde, com ferimentos graves e que acabou por morrer.

Após o socorro à menina, as buscas na barragem pelo pai da criança prosseguiram durante a tarde e a noite.

O alerta para esta situação foi dado aos bombeiros às 15:06.

No total, ao longo do dia de hoje, as operações de socorro e de buscas envolveram 40 operacionais, apoiados por 20 veículos, dos bombeiros, GNR e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Mergulhadores dos bombeiros de Avis, Gavião e Ponte de Sor também estiveram envolvidos nas buscas, tendo igualmente sido acionado para o local um helicóptero do INEM, o qual, contudo, não chegou a ser utilizado.

.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: clubeexpresso@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas