Sociedade

Incêndios mobilizam 1.000 operacionais sobretudo em Santarém, Coimbra e Leiria

1 agosto 2022 19:21

miguel pereira da silva/lusa

Às 18h00, um dos incêndios em curso a mobilizar maior número de meios verificava-se na localidade de Formigal, em Ourém, distrito de Santarém. O fogo deflagrou ao início da tarde, às 14h51, e estava a ser combatido por 237 operacionais, 71 viaturas e oito meios aéreos

1 agosto 2022 19:21

Mil operacionais combatiam às 18h00 desta segunda-feira 10 incêndios ativos no país, com o apoio de 282 viaturas e 24 meios aéreos, com maior empenho de meios nos distritos de Santarém, Coimbra e Leiria, segundo a Proteção Civil.

De acordo com a informação disponível às 18h00 na página da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), os fogos em curso em Portugal continental estavam a ser combatidos por 1.000 operacionais, estando também 516 bombeiros a acompanhar incêndios em resolução e outros 762 em fogos em conclusão.

No total, estavam 2.278 operacionais no terreno, distribuídos por 47 incêndios - 10 em curso, 10 em resolução e 27 em conclusão -, com o apoio de 663 meios terrestres e 26 meios aéreos, refere a ANEPC.

A essa hora, um dos incêndios em curso a mobilizar maior número de meios verificava-se na localidade de Formigal, em Ourém, distrito de Santarém. O fogo deflagrou hoje ao início da tarde, às 14h51, e estava a ser combatido por 237 operacionais, 71 viaturas e oito meios aéreos.

No concelho de Ourém estavam ainda outros 200 bombeiros, com o apoio de 67 viaturas, a acompanhar o incêndio na localidade de Casal do Ribeiro, que começou no domingo, pelas 15h25, e obrigou à evacuação da praia fluvial do Agroal. Este fogo foi dado como dominado cerca das 7h10 de hoje, mantendo-se em resolução.

Entre os 10 incêndios em curso pelas 18h00 de hoje, destacava-se ainda um fogo na localidade de Lorvão, em Penacova, distrito de Coimbra, que deflagrou pelas 15h30, e estava a ser combatido por 243 operacionais, com 67 meios terrestres e cinco meios aéreos, segundo informação da ANEPC.

Outra das ocorrências a mobilizar mais meios, pelas 18h00, era um incêndio na localidade de Cerrada, freguesia de Caranguejeira, no concelho e distrito de Leiria, que se iniciou pelas 15h15 de hoje, e que mobilizava 180 bombeiros, 51 viaturas e quatro meios aéreos.

No distrito de Vila Real, o fogo que concentrava mais meios era no concelho de Ribeira de Pena, na localidade de Escarei. O incêndio deflagrou hoje pelas 16h35 e estava a ser combatido por 100 bombeiros, apoiados por 27 viaturas e um meio aéreo.

Os restantes incêndios em curso, que mobilizam dezenas de meios, eram nos distritos de Leiria, Vila Real, Santarém, Lisboa, Braga e Porto.

Apesar de se encontrar já em conclusão, o incêndio que deflagrou no domingo, às 15h08, na localidade de Avessada, freguesia de Venda do Pinheiro e Santo Estêvão das Galés, no concelho de Mafra, distrito de Lisboa, continuava a concentrar 299 operacionais, apoiados por 90 meios terrestres.