Sociedade

Horário de atendimento de esquadra do Porto "já foi reposto", diz ministro

28 julho 2022 17:51

douglas sacha - getty images

Ministro da Administração Interna garante que mudança de horário se tratou "uma decisão de natureza operacional e não de natureza política". Mas acrescenta que tudo voltou ao que estava, depois das queixas da Câmara

28 julho 2022 17:51

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, adiantou hoje que o horário de atendimento da esquadra do Infante "já foi reposto" e salientou que "em nenhum momento" esteve em causa o "atendimento próximo" aos cidadãos. "Queria dizer, contudo, que já foi reposto o horário de atendimento", afirmou o governante na conferência de imprensa no final da reunião de hoje do Conselho de Ministros.

José Luís Carneiro começou por reiterar que “não se tratou de um encerramento”, mas de “um ajustamento do horário de atendimento”, tendo sido "uma decisão de natureza operacional e não de natureza política".

“As esquadras têm em regra um atendimento 24 horas por dia, e a decisão do comando metropolitano foi de suspender o atendimento entre as 08h00 e as 16h00, mantendo o atendimento entre as 16h00 e as 8h00" por entender que as "queixas que são apresentadas na esquadra em questão poderiam ser apresentadas no decurso do horário de atendimento que ficou disponível".

O ministro da Administração Interna assinalou também que no caso da esquadra do Infante, "no raio de um quilómetro" existem "mais duas esquadras que garantem o atendimento a todos os cidadãos".

"Em nenhum momento, em nenhuma circunstância, esteve em causa o direito dos cidadãos a terem um atendimento próximo e ao mesmo tempo disponível para a colocação das questões que justificam essa deslocação às esquadras", garantiu.

Questionado se situações como esta podem repetir-se no futuro, o ministro da Administração Interna disse estas decisões cabem ao comando da PSP.

Falando também sobre as unidades móveis, que arrancam hoje em Lisboa e no Porto, José Luís Carneiro indicou que cada uma será constituída por dois agentes e indicou os percursos.

Em Lisboa, a unidade "começa na praça do comércio das 16h00 às 20h00, das 21h00 às 24h00 estará no Rossio, das 0h00 às 04h00 estará na Praça luís de Camões, e das 04h00 às 08h00 estará no Cais do Sodré", enquanto no Porto "começa às 16h00 na Praça da Batalha e das 0h00 às 06h00 estará na Praça Gomes Teixeira", detalhou o governante.