Sociedade

Ingleses que subiram ao topo da 25 de abril ficaram proibidos pelo juiz de voltar à ponte

28 abril 2022 15:55

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

parkour na ponte 25 de abril

Grupo foi detido pela PSP esta segunda-feira depois de partilhar vídeos da escalada nas redes sociais. Foram já libertados mas proibidos pelo juiz de instrução de frequentarem a ponte que faz a travessia entre Lisboa e Almada

28 abril 2022 15:55

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Cinco jovens ingleses, que se filmaram a fazer parkour na ponte 25 de abril, em Lisboa, a quase duzentos metros de altura, foram detidos pela PSP na segunda-feira e passaram a noite nas celas do comando metropolitano daquela polícia, em Moscavide.

Em causa, está o crime de introdução a lugar vedado ao público, visto que é proibido andar a pé pela ponte.

O juiz de instrução aplicou-lhes a medida de coação mais ligeira, termo de identidade e residência, com um detalhe: a proibição de frequentar a ponte 25 de abril.

Depois da detenção e posterior libertação dos cinco jovens, foram sendo publicados novos vídeos e imagens nas redes sociais, onde se filmaram no topo da ponte, sem qualquer tipo de corda ou de utensílios de segurança. Um deles surge mesmo a fazer flexões num dos pilares.

No Instagram, um dos ingleses deixou um comentário ao lado de uma das fotos partilhadas nesta rede social. "Preso por mais de 35 horas, revistado, GoPro apreendida e enviado a tribunal. A primeira viagem para fora do Reino Unido e quase acabou na prisão."

Na sua conta não faltam fotos tiradas no topo de edifícios em Londres, ou em gruas a dezenas de metros de altitude.