Sociedade

Nelma Kodama: a rainha da coca já era investigada em Portugal há dois anos

22 abril 2022 7:25

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

Nelma Kodama foi presa em Lisboa esta terça-feira no Hotel Ritz, no âmbito da Operação Descobrimento

d.r.

80% da cocaína que entra em Portugal via Brasil é traficada por Sérgio de Carvalho, aliado de Nelma. Foi detida no Hotel Ritz, em Lisboa, no âmbito da Operação Descobrimento

22 abril 2022 7:25

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Jornalista

Um ano depois de se libertar da pulseira eletrónica que estava presa à sua perna esquerda, graças ao indulto concedido pelo ex-Presidente do Brasil Michel Temer, Nelma Kodama começou a ser investigada em Portugal. A Polícia Judiciária suspeitava de branqueamento de capitais do tráfico de cocaína oriunda da América do Sul e o Ministério Público abriu um processo em que era a única arguida.

Em 2020, as viagens a Lisboa desta mulher, de 55 anos — que em 2014, no Brasil, fora condenada a 18 anos de prisão devido ao escândalo da Petrobras e acabou a colaborar com o MP brasileiro no caso Lava Jato —, chamaram a atenção da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da PJ.