Sociedade

Venda de aves e ovos proibida em cinco concelhos do Norte devido a foco de gripe aviária

10 março 2022 10:51

Fotografia: Getty Images

Proibições foram impostas nos concelhos de Vila do Conde, Póvoa, Trofa, Maia e Matosinhos

10 março 2022 10:51

Há cinco concelhos – Vila do Conde, Póvoa, Trofa, Maia e Matosinhos – em que a comercialização de aves, ovos e carne fresca de aves está proibida. De acordo com o “Jornal de Notícias”, a medida surge na sequência de um foco de gripe das aves detetado na passada quinta-feira numa exploração caseira em Gião (freguesia de Vila do Conde).

Em Portugal, desde 30 de novembro, a gripe aviária já obrigou ao abate de 230 mil aves. Para já, foram detetados 18 focos de infeção, mas este foi o primeiro na região Norte. Segundo o mesmo jornal, as 21 freguesias de Vila do Conde estão proibidas de vender aves ou ovos.

Aquando da deteção do caso, foram notificadas as explorações nas zonas de proteção (num raio de três quilómetros) e de vigilância (10 quilómetros). As proibições impostas a estes cinco concelhos foram decretadas pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), que pediu ainda que todos os criadores reforcem a segurança e evitem “contactos diretos e indiretos entre aves domésticas e as aves selvagens”.