Sociedade

Marrocos tem de confirmar identidade dos 37 migrantes que desembarcaram no Algarve: “Não se trata de pressão, é o que a lei prevê”, diz SEF

19 novembro 2021 12:43

Mara Tribuna

Mara Tribuna

Jornalista

luís forra

A embaixada de Marrocos em Portugal está à espera de ser contactada para confirmar a identidade dos 37 homens que foram resgatados pela Marinha portuguesa no Algarve. Preocupada, a Amnistia pediu ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras para não partilhar informações com Marrocos. Mas o SEF explica que é o procedimento normal nestes casos: só consegue chegar à identificação dos migrantes “com a cooperação da embaixada”. O especialista em Direito do mar, Vasco Becker-Weinberg, lembra que a lei portuguesa é bastante robusta nesta matéria e salvaguarda os direitos dos requerentes de asilo

19 novembro 2021 12:43

Mara Tribuna

Mara Tribuna

Jornalista

“Não há uma cedência à pressão de Marrocos”, apenas está em causa o cumprimento da lei, explica o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras ao Expresso, depois de a Amnistia Internacional Portugal ter apelado ao SEF para não partilhar com o país africano informação sobre os 37 migrantes que desembarcaram no final da semana passada no Algarve.