Sociedade

Operação Miríade: militar suspeito de tráfico de oito diamantes condecorado um mês antes da denúncia do caso

11 novembro 2021 16:14

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Os militares portugueses estão instalados junto ao aeroporto de Bangui, capital da República Centro Africana

reuters

Capitão que esteve na República Centro-Africana em 2019 foi um dos alvos da investigação da Polícia Judiciária à rede de tráfico de diamantes, ouro e droga. Os oito diamantes que traficou valiam apenas 290 euros

11 novembro 2021 16:14

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Um dos militares que é alvo da Operação Miríade da Polícia Judiciária - que investiga uma rede de tráfico de diamantes, ouro e droga entre militares e ex-militares portugueses na República Centro-Africana (RCA) -, recebeu uma medalha do Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), pelos "serviços distintos", de grau prata.