Sociedade

Gangue armado invade hotel de luxo em Cancun, gerando pânico aos turistas

4 novembro 2021 22:50

gerson repreza/unsplash

Confronto entre traficantes de drogas rivais no hotel Hyatt Ziva em Puerto Morelos envolveu tiros e obrigou os hóspedes a fugir da praia e das piscinas à procura de abrigo, desencadeando uma torrente de apelos desesperados nas redes sociais

4 novembro 2021 22:50

Um incidente envolvendo traficantes de droga armados gerou o pânico geral num hotel de luxo em Cancun, no México, obrigando os hóspedes a correr por abrigo, segundo avança a CNN.

Os funcionários do hotel Hyatt Ziva Riviera Cancun, em Puerto Morelos, tiveram de avisar os hóspedes em SOS para que procurassem abrigo, após homens armados terem entrado no hotel e aberto fogo na zona de praia do resort.

A situação gerou um ambiente de terror junto dos hóspedes do hotel e desencadeou uma torrente de 'posts' com apelos desesperados nas redes sociais.

O Ministério Público de Quintana Roo informou esta quinta-feira que houve duas pessoas mortas neste incidente no Hyatt Ziva Riviera em Puerto Morelos e na praia da Bahia Petempich, que descreveu como um confronto entre "traficantes de grupos antagónicos". Os mortos eram traficantes, e segundo as autoridades "nenhum turista foi seriamente ferido ou sequestrado".

"Homens armados invadiram a praia e começaram a disparar. por favor divulguem e peçam ajuda, eu não sei o que fazer", postou na ocasião um dos hóspedes no Twitter.

O local é particularmente popular junto dos turistas norte-americanos, e um executivo de Hollywood reformado que estava hospedado no hotel, Mike Sington, escreveu no Twitter que todos os hóspedes e funcionários estavam a ser levados para esconderijos, e mais tarde avançou ao The Guardian que ficou "escondido num quarto escuro", e que as pessoas ao saírem dos abrigos estavam emocionalmente abaladas.