Sociedade

Dois generais condenados por gestão negligente do Hospital das Forças Armadas

30 agosto 2021 10:36

joão relvas

Tribunal de Contas não considera situação "especialmente grave”, uma vez que “não existem elementos que permitam concluir ter havido lesão efetiva de valores públicos

30 agosto 2021 10:36

O Tribunal de Contas (TdC) condenou dois generais da Força Aérea Portuguesa por gestão negligente do Hospital das Forças Armadas, que conta com polos em Lisboa e no Porto. Segundo o jornal “Público”, os generais estiveram à frente da unidade de saúde entre 2016 e 2019.

O jornal avança que os responsáveis - António Lopes Tomé e Regina Mateus - foram condenados pela contratação de pessoal médico para os cuidados intensivos e para as urgências no valor superior a um milhão de euros por ajuste direto e por outras violações das regras da contratação pública.

O TdC descarta a hipótese de os militares terem retirado benefícios pessoais destas adjudicações. Segundo o TdC, o sucedido não foi “especialmente grave”, já que “não existem elementos que permitam concluir ter havido lesão efetiva de valores públicos, em termos económicos”.