Sociedade

Rede ilícita de produção e distribuição de bebidas alcoólicas lucrou 19 milhões de euros com fuga aos impostos

16 agosto 2021 9:09

getty images

Envolvidos não pagavam impostos como IVA, IRS, IRC E IABA. Investigação durou cinco anos

16 agosto 2021 9:09

A Unidade de Ação Fiscal (UAF) da GNR investigou, durante cinco anos, uma rede de produção e distribuição de álcool e bebidas alcoólicas que terá lucrado 19,3 milhões de euros em fuga aos impostos. Segundo o “Jornal de Notícias”, os envolvidos compravam toneladas de cereais que transformavam em álcool e usavam para a produção de aguardentes e licores em Espanha. Os produtos eram, posteriormente, introduzidos no mercado de consumo.

Com o esquema, os envolvidos conseguiram iludir os impostos (IVA, IRS, IRC e Imposto sobre o Álcool e Bebidas Alcoólicas). Os 20 arguidos do processo estão acusados pelos crimes de evasão fiscal, introdução fraudulenta no consumo, detenção de arma proibida e crimes contra a qualidade ou composição de géneros alimentares.

Durante o inquérito foram realizadas 30 buscas, 16 das quais domiciliárias, que conduziram à apreensão de 29 mil litros de álcool e aguardente, 1650 litros de bebida de indole alcoólica, uma arma de fogo, 24 viaturas, 42 telemóveis e diversa documentação contabilística. A investigação acusa 18 pessoas singulares e três pessoas coletivas.