Sociedade

Igualdade de género, discriminação e polémica das casas de banho partilhadas: “Se calhar, o 'problema' reside na forma como fomos educados”

25 maio 2021 12:20

Tiago Soares

Tiago Soares

Jornalista

tommy

“A diversidade é uma mais-valia, e a desigualdade e a discriminação representam um desperdício de recursos e potencial humano e económico”, diz em entrevista ao Expresso Ana Maria Brandão, investigadora da Universidade do Minho à frente de um novo mestrado que pretende formar pessoas e criar estratégias para eliminar a discriminação baseada no género e na orientação sexual no Estado e no sector privado. E a razão é simples: “O respeito pelos outros é condição do respeito que queremos obter deles”

25 maio 2021 12:20

Tiago Soares

Tiago Soares

Jornalista

Ana Maria Brandão é investigadora no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, especialista em Sociologia da Sexualidade, e tem estudado a prevalência e impacto da discriminação de género e LGBTI na sociedade portuguesa. Agora, é também diretora do recém-criado Mestrado em Sociologia​ do Género e da Sexualidade, uma ideia que nasceu há três anos com o objetivo de criar estratégias de intervenção que promovam o respeito pela diversidade humana e a eliminação da discriminação baseada no género e na orientação sexual - incluindo no Estado.