Sociedade

Quais os limites de agentes, inspetores e militares nas redes sociais? Há discurso de ódio? Evento inédito reúne IGAI e polícias de topo

7 julho 2020 20:25

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

É a primeira vez que um evento temático reúne a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) e todos os altos comandos das forças e serviços de segurança

7 julho 2020 20:25

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Quais os limites de agentes, inspetores e militares nas conversações nas redes sociais? Há discurso de ódio também nas polícias? Como são feitas as intervenções policiais? E como se desenvolve a interação das polícias com a comunidade? Estes temas serão discutidos esta quinta-feira entre os principais responsáveis das forças de segurança.

Os mais altos responsáveis das forças e serviços de segurança vão discutir um plano de prevenção de manifestações de discriminação nas polícias. “Os fundamentos de intervenções policiais e de interações na comunidade, as questões relativas ao ingresso e à formação nas forças e serviços de segurança ou a participação dos elementos policiais nas redes sociais (limites à participação vs liberdade de expressão)” são os assuntos debatidos esta quinta-feira à tarde na Universidade Nova de Lisboa.

O evento, que será presidido pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, conta com a presença da inspetora-geral da Administração Interna, Anabela Cabral Ferreira, do comandante-geral da GNR, Luís Francisco Botelho Miguel, do diretor nacional da PSP, Magina da Silva, e da diretora nacional do SEF, Cristina Gatões.