Sociedade

PGR tinha ‘brigada’ antirracismo no jogo de Guimarães

quality sport images

Adeptos do Guimarães já eram vigiados pela equipa especial do Ministério Público contra a violência no desporto num outro jogo de alto risco realizado no D. Afonso Henriques

21 fevereiro 2020 23:00

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

A pequena equipa de procuradores do Ministério Público (MP) especializada no combate à violência no futebol já tinha vigiado de perto a claque do Vitória de Guimarães, e outros adeptos do clube, durante o jogo de alto risco entre a equipa da casa e o Benfica, que se realizou no início deste ano. E estava em serviço no estádio D. Afonso Henriques no último domingo, quando foram gritadas palavras racistas contra o jogador do FC Porto Moussa Marega.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.