Sociedade

EDP prevê resolver falhas no fornecimento de eletricidade até segunda-feira

22 dezembro 2019 18:18

paulo novais/lusa

“As equipas continuam a trabalhar no sentido de resolver as situações, mas há muitas dificuldades de mobilidade devido às inundações e à queda de árvores”, explicou a responsável pela comunicação da empresa

22 dezembro 2019 18:18

A EDP Distribuição prevê resolver até segunda-feira todas as falhas no fornecimento de eletricidade nas redes de alta e média tensão provocadas pelo mau tempo, sem previsão ainda para a resolução na baixa tensão, anunciou este domingo a empresa.

Em declarações à Lusa, a diretora de comunicação da EDP Distribuição, Fernanda Bonifácio, adiantou que no sábado ficaram resolvidas as situações decorrentes da depressão Elsa, mas a partir do meio da tarde de sábado e durante a madrugada de domingo "houve muitos incidentes" provocados pela depressão Fabien, sobretudo nos distritos de Vila Real e Viseu.

"As equipas continuam a trabalhar no sentido de resolver as situações, mas há muitas dificuldades de mobilidade devido às inundações e à queda de árvores", explicou Fernanda Bonifácio. A responsável pela comunicação da EDP afirmou que, apesar das dificuldades, "os trabalhos estão a correr bem e amanhã [segunda-feira] todas as situações deverão estar resolvidas na alta e na média tensão".

"O que nos começa a preocupar agora é a baixa tensão, que leva a eletricidade às casas das pessoas", disse, acrescentando que a EDP está a registar "todas as avarias" reportadas através do 'call center' da empresa. A diretora de comunicação disse não ser possível contabilizar o número de pessoas afetadas, pelo facto de o valor estar sempre a mudar.

Os fortes efeitos do mau tempo, que se fazem sentir desde quarta-feira, já provocaram dois mortos, um desaparecido, deixaram 144 pessoas desalojadas e 320 pessoas deslocadas por precaução, registando-se mais de 11.200 ocorrências no continente português, na maioria inundações e quedas de árvore.

O mau tempo provocado pela depressão Elsa, entre quarta e sexta-feira, a que se juntou no sábado o impacto da depressão Fabien, provocou também condicionamentos na circulação rodoviária e ferroviária.