Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Vítimas de acidente nas minas de Aljustrel trabalhavam para empreiteiro

Em comunicado, a Almina – Minas do Alentejo diz que os dois trabalhadores - um morreu, outro ficou ferido - circulavam numa viatura ligeira na Mina de Feitais e que já foi aberto um inquérito para apurar as causas do acidente

As duas vítimas do acidente desta segunda-feira nas minas de Aljustrel, uma das quais morreu no local e outra que ficou ferida, trabalhavam na manutenção mecânica, a cargo de um empreiteiro, e circulavam na altura numa viatura ligeira, indicou a concessionária do complexo mineiro, que anunciou ainda a abertura de um inquérito.

Em comunicado, a Almina – Minas do Alentejo, explicou que se trata de dois trabalhadores da empresa EPDM – Empresa de Perfuração e Desenvolvimento Mineiro, da área da manutenção mecânica, que circulavam numa viatura ligeira na Mina de Feitais em Aljustrel, no distrito de Beja.

Esta segunda-feira, pelas 11h10, uma máquina industrial caiu para dentro de um fosso nas minas de Aljustrel, arrastando os dois trabalhadores. O acidente causou a morte de um homem, de 47 anos, e ferimentos noutro, de 36, que foi transportado, de ambulância, em estado "estável" para as urgências do hospital de Beja, segundo disse à Lusa fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

“Os trabalhadores foram imediatamente assistidos no local pelas nossas equipas, médica e de resgate mineiro. Imediatamente após o acidente, foram acionados os mecanismos de emergência e reação previstos e alertadas as autoridades competentes, que procederam em conformidade”, garante a empresa em comunicado.