Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O calor não dá tréguas: 16 concelhos de Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Faro em risco máximo de incêndio

FOTO Tiago Miranda

Previsões meteorológicas para as próximas semanas levaram o Governo a anunciar, esta quarta-feira, que o dispositivo de combate aos fogos rurais vai ser prolongado na sua capacidade máxima até 15 de outubro

Dezasseis concelhos dos distritos de Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Faro estão esta quinta-feira em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Um dia depois de o Governo ter anunciado que o dispositivo de combate aos fogos rurais vai ser prolongado na sua capacidade máxima até 15 de outubro devido às previsões meteorológicas, o IPMA coloca em risco muito elevado de incêndio cerca de 70 municípios dos distritos do interior Norte e Centro e da região do Alentejo.

Em risco elevado estão cerca de 90 concelhos de Viana do Castelo, Vila Real, Bragança, Porto, Aveiro, Coimbra, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Lisboa, Évora, Beja e Faro.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13h em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para esta quinta-feira condições de instabilidade durante a tarde, mais prováveis nas regiões do interior.

Devido à previsão de tempo quente, com as temperaturas superiores para esta época do ano e baixa possibilidade de precipitação, e considerando a prorrogação até 15 de outubro do período crítico no âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios, o Governo determinou o prolongamento do Nível de Empenhamento Operacional (Reforçado) Nível IV.

Uma nota do Ministério da Administração Interna divulgada na quarta-feira adianta que "será assegurada a continuidade da operação dos meios cujo empenhamento operacional terminava a 30 de setembro, nomeadamente dos meios aéreos, dos respetivos Centros de Meios Aéreos, das equipas dos corpos de bombeiros e dos comandantes de permanência às operações".

De acordo com as previsões do IPMA, em Portugal continental está prevista para hoje uma pequena subida da temperatura mínima no interior Norte e litoral Centro e uma pequena descida da temperatura máxima nas regiões do litoral. Os termómetros vão subir até aos 35 graus Celsius (máxima em Santarém) e as temperaturas mínimas não vão descer abaixo dos 14º (Bragança).

Nos Açores, o IPMA prevê aguaceiros em todo o arquipélago e condições favoráveis à ocorrência de trovoadas nas ilhas dos grupos Ocidental (Flores e Corvo) e Central (Terceira, Graciosa, S, Jorge, Pico e Faial). As temperaturas vão variar entre os 21º (mínima em Ponta Delgada) e os 27º (máxima em Angra do Heroísmo).

Para a Madeira está previsto céu geralmente pouco nublado e vento fraco a moderado, com os termómetros a subirem até aos 27º no Funchal e 26º em Porto Santo.