Restaurantes

Setenta e… Oitto! Um restaurante de boa cozinha, descontraído, sem guião, ou à procura de sentido? Nem 8 nem 80

2 outubro 2022 13:11

josé fernandes

O crítico gastronómico Fortunato da Câmara provou os principais pratos da carta e deixa aqui o seu veredito

2 outubro 2022 13:11

O campeonato dos bons restaurantes, entre os vários que foram abrindo na zona do Chiado, ganhou um novo concorrente no início do verão. O Oitto instalou-se no largo do Picadeiro, num espaço amplo que já teve demasiados conceitos em poucos anos e que estava fechado há algum tempo, passando ao lado do apetite voraz de alguns grupos de restauração. Talvez se perceba porquê quando as zonas de fruição do espaço se desdobram em três níveis e nenhum está ao nível da rua. As grandes janelas de que a sala beneficia não dão grande vista para o exterior.

Numa das visitas, os agradáveis canapés semicirculares trouxeram uma visão ampla da decoração híbrida. Noutra visita, ficando no plano mais rebaixado da sala, o chão quadriculado e os azulejos banais em espinhas dão a estranha sensação de se estar numa cantina. No mezanino fica o bar, uma sala privada mais arejada, e a zona de DJ. A música subiu num dos jantares e o chefe Carlos Afonso veio discretamente à sala pedir contenção sonora, e ainda não eram 21h... Não sei se houve aproveitamento de decorações existentes, mas a perceção é que os lavabos estão desfasados e têm mais conforto e glamour do que o resto.