Moda

Efeito pele: aqui não há que ter cuidado com as imitações, muito pelo contrário

8 outubro 2022 19:12

Gabriela Pinheiro

A especialista em moda Gabriela Pinheiro dá-lhe as principais Dicas&Regras. Não perca as principais peças no Shopping desta semana

8 outubro 2022 19:12

Gabriela Pinheiro

Porque a moda dita e, ao mesmo tempo, reflete mudanças na sociedade, as peles animais têm, aos longo dos anos, vindo a cair em desuso. A evolução tecnológica permite e justifica a procura de alternativas artificiais, com resultados absolutamente surpreendentes. Em particular, a imitação do couro conheceu tal inovação que os designers se empolgam a desenhar novas silhuetas, a criar brilhos, e até efeitos molhados, com estas novas matérias-primas. Vestidos supercolantes, tops assimétricos, gabardines majestosas, calças de inspiração motard e blazers oversized — todas peças criadas com materiais que passam perfeitamente por peles verdadeiras.

Não é — como nunca foi — uma tendência para as mais recatadas. As cores são luminosas, vibrantes e lustrosas e, embora funcione bem em look total, o grande desafio é a combinação de materiais, quanto mais exuberante melhor. A palavra de ordem é contraste! Bons exemplos: saia pencil em napa brilhante com uma camisola oversized em malha grossa; corpete em pele artificial com umas calças cargo em ganga bastante descaídas; fato de calças e blazer em cabedal com um tank top em algodão desgastado. Silhuetas justas com silhuetas largas, tecidos luxuosos e brilhantes com tecidos opacos e naturais...