Vícios

Começar de novo? Retiros e programas revigorantes para um 2023 em grande

6 janeiro 2023 23:02

Patrícia Barnabé

Na ilha do Pico, a Lava Homes tem 14 casinhas em rocha vulcânica e vidro cravejadas numa falésia solarenga sobre o oceano onde organiza uma série de retiros

telma antunes

Quando o ano muda, cabeça e corpo pedem descanso, recolhimento, reequilíbrio e balanços: o abandono de velhos hábitos e a tomada de novas decisões

6 janeiro 2023 23:02

Patrícia Barnabé

É tempo de fazer uma pausa e olhar para dentro enquanto se observa o grande horizonte. Foi essa a ideia de Benedita Branco para as suas Lava Homes, na ilha do Pico, 14 casinhas em rocha vulcânica e vidro cravejadas numa falésia solarenga sobre o oceano, onde agora organiza uma série de retiros distribuídos por 15 semanas, de janeiro a maio do ano que entra. Além do descanso e da contemplação, especialistas em bem-estar e espiritualidade ensinam diferentes técnicas de desintoxicação, equilíbrio e elasticidade, mas também de enraizamento e consciência interior, algumas ancestrais e místicas, que ajudam a pôr a vida em perspetiva e a rever prioridades.

As atividades começam às 8h da manhã e espreguiçam-se dia fora, rematadas pela cozinha vegetariana de Francisco Basílio, da Quinta Maria Helena, que prepara refeições com uma forte componente ayurvédica, a complementar as práticas e os tratamentos. Tomás Mello Breyner é responsável pelo retiro Evolução, guia a meditação ao amanhecer e, quando o dia finda, faz um purificador ritual do fogo e celebra os elementos, entre outras atividades. Convida Silvia Leilani a dar aulas fluidas e bem suadas de ioga e Angelo Surinder a guiar uma viagem de sound healing ao anoitecer. Ainda em 2023, Tomás organiza, na sua Comporta Holistic Shala, quatro retiros de silêncio, a conferir no seu IG @comporta.yoga.shala. O retiro de Reconexão é coordenado por Bernardo Gama, saído da glorio­sa geração do ballet Gulbenkian, que partilha o seu conhecimento do movimento em aulas de gyrokinesis, focando-se nos movimentos minimais do corpo e nos detalhes sensoriais da partilha, na dança, na natureza ou numa automassagem, uma aproximação clara ao mindfullness, que treina para a importância de nos focarmos no “aqui e agora”. Convida o bailarino Pedro Mendes a dar uma aula de ioga de equilíbrio e alongamento e Momo a guiar uma cerimónia de cacau e uma sessão e ecstatic dance que sacode tudo e todos. Estes dois retiros são completados pelas massagens terapêuticas e profundas de Igor Libanio, que dança (literalmente) à volta do corpo para alinhá-lo e relaxá-lo seria­mente. Que o diga o chefe Ljubomir Stanisic, um seu cliente fiel.