Vícios

Começar o ano com o pedal direito. E depois o esquerdo...um guia de bicletas elétricas

1 janeiro 2023 9:33

A corrida às bicicletas elétricas tende a engrossar o pelotão de quem junta deslocações ao exercício e à ecologia. Antes de ir à loja, descubra o que tem de saber

1 janeiro 2023 9:33

Há mais de 200 anos a bicicleta provou que é possível fazer do animal transportado a principal força motriz, mas os últimos tempos confirmam que nem sobre os pedais há verdades absolutas. “O motor elétrico atua consoante as necessidades. A ideia é que a pessoa não deixe de pedalar. Uma pessoa que não está em forma consegue acompanhar os amigos nas voltas de bicicleta e as pessoas em forma dão voltas maiores sem se cansarem”, explica Paulo Samora, técnico de ciclismo do El Corte Inglés.

Com a redução de 23% para 6% do IVA a perfilar-se em 2023, a euforia das bicicletas elétricas prepara-se para estender a escalada iniciada na pandemia — mas importa lembrar que, mesmo entre elétricas, as bicicletas não são todas iguais. E há outros cuidados a ter, além da afinação de travões: “As atualizações de software permitem, entre outras coisas, aumentar os newtons por minuto (o binário). Quem fez atualizações poderá subir mais rapidamente uma rampa do que um amigo com o mesmo modelo de bicicleta que não fez a atualização”, acrescenta Paulo Samora.