Televisão

Muito mais que um jogo. Entre a realidade e a ficção, as plataformas de streaming apostam cada vez mais na NBA

4 junho 2022 10:00

Filipe Garcia

Filipe Garcia

texto

Editor

As finais já começaram, mas até à entrega do Troféu Larry O’Brien há tempo para muito mais do que desporto.

4 junho 2022 10:00

Filipe Garcia

Filipe Garcia

texto

Editor

Tem enredo e contornos de filme da Marvel. De um lado os Golden State Warriors, a equipa que disputou cinco das últimas dez finais da NBA, do outro os Boston Celtics, a par dos Lakers, senhores do recorde de títulos de campeões na NBA: 17 no total. De um lado Stephen Curry, recentemente coroado como o melhor atirador de sempre da competição — título ganho ao superar os 2973 triplos feitos por Ray Allen —, o Batman para o Robin (Klay Thompson), com quem ganhou direito a alcunha de Splash Brothers. Porquê? Juntos venceram três campeonatos e definiram novos recordes para a quantidade de triplos que dois jogadores conseguem numa única época. Assim: em 2012/2013 fizeram 484, definindo um recorde que, em 2015-2016, elevaram a 678. Do outro, estará Jayson Tatum, o único das duas equipas com lugar no melhor cinco do ano, Marcus Smart, o melhor defesa da época, e ainda Jaylen Brown, o homem que brilhou na eliminatória contra os Miami e que carimbou o regresso dos Celtics à final 12 anos depois.

Hoje, quando agarrar no jornal, já um jogo terá sido disputado — a transmissão é exclusivo da Sport TV —, mas ainda irá bem a tempo de ver o melhor basquetebol do Mundo. Podem ser sete jogos no total, como em 2016, quando Lebron James e os seus Cleveland transformaram um 3-1 em 3-4 contra Golden State Warriors (GSW). Podem ser os cinco que GSW precisou para vencer Lebron em 2017 ou apenas quatro, como em 2018 quando despacharam o rei a zero. Na NBA, o jogo faz-se entre garrafões, o aro está a três metros do chão e a linha dos três pontos traçada a 7,2 metros, as regras são muitas e a cada drible uma história por descobrir. Mas não se assuste, se o risco de ficar viciado no jogo da bola laranja é real, também não falta onde descobrir o seu passado, presente e até o futuro.