Livros

O carrossel (demasiado) humano: Dulce Garcia escreve um romance de risco

27 novembro 2022 23:16

Luísa Mellid-Franco

Dulce Garcia nasceu em 1970 e este é o seu segundo romance

d.r.

Dulce Garcia escreve um romance de risco, à beira do abismo. Mas não cai nele. “Olho da Rua” é uma mirada irónica sobre o mundo do trabalho que ocupa (todo) o nosso mundo

27 novembro 2022 23:16

Luísa Mellid-Franco

Olho da Rua” é um romance feito das personagens que o habitam, independentemente do espaço em que a narrativa as coloca, no caso, uma empresa de publicidade e comunicação. Mas o palco poderia ser qualquer outro. Numa primeira abordagem, é a linguagem que Dulce Garcia maneja quando nos conta, num registo corrente e trivial, o que acontece no mundo das relações laborais, sociais e emocionais de um conjunto de pessoas fechadas num escritório. Que vida é essa, que intimidades, desencontros e ódios se desenvolvem entre quatro paredes, onde pessoas que nunca interagiriam umas com as outras têm de conviver durante mais tempo do que conseguem dedicar a si próprias, à família e a amigos — esses sim — próximos.

E é nesse universo aferrolhado que, a determinado momento, a empresa precisa, para sobreviver, de despedir um elemento do grupo. Quem? Qual? A decisão é delegada nos próprios colaboradores, o que apavora o grupo e dá origem a medos, desconfianças e mal-entendidos.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.