Livros

Um dicionário para os mais novos: a importância de aprender todas as danças

3 julho 2022 12:16

Sara Figueiredo Costa

O livro vem na senda se volumes anteriores sobre o mar e o teatro, e inclui propostas de atividades

Inês Fonseca Santos e André Letria elaboram “Dança”, um dicionário com duas centenas de entradas sobre dança, que sendo para os mais novos, constitui uma introdução generalista a este gesto criativo tão antigo quanto a Humanidade

3 julho 2022 12:16

Sara Figueiredo Costa

Na senda de volumes anteriores, sobre o mar e o teatro, a Pato Lógico volta a criar um “atividário”, mistura de dicionário e livro de atividades, desta vez dedicado à dança. O resultado é um livro em que todos os elementos estão em harmonia, das ilustrações ao design, da disposição tipográfica ao conteúdo, compondo um objeto apetecível ao olhar e ao toque.

E se podemos assumir que este é um álbum pensado para os mais novos, a verdade é que “Dança” é uma bela introdução generalista a esse gesto ou conjunto de gestos que se associa, histórica, cultural e sociologicamente a tantas facetas estruturantes daquilo a que chamamos Humanidade. Mais de duas centenas de entradas compõem um dicionário que tanto ilumina as origens do ballet como remete para os pauliteiros de Miranda, percorrendo referências a danças tradicionais de diversas geografias, nomeando coreógrafos, bailarinos, compositores, destrinçando conceitos como o improviso, a flexibilidade ou o ritmo. Não atribuindo qualquer privilégio a uma visão particular da dança, erudita ou popular, antiga ou contemporânea, há vontade de olhar para esta linguagem de modo amplo, falando quer do Bolshoi de Moscovo quer da popularidade do filme “Dirty Dancing”, e percorrendo a notação coreográfica, o aquecimento ou a estrutura de uma companhia de bailado, momentos que André Letria ilustra em belíssimos esquemas visuais que são também propostas de atividades. Seguindo a máxima de Terêncio sobre o interesse perante tudo o que é humano, a dupla de autores, com o apoio de Daniel Tércio (professor da Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa), assegura que qualquer expressão, fenómeno, termo técnico ou curiosidade em torno da dança tem lugar na abordagem deste livro. E o que não coube em tantas entradas encontrará um modo de se insinuar na curiosidade de quem ler este dicionário. / sara Figueiredo Costa