Exposições

José de Guimarães: 1128 objetos contam 1128 histórias

12 novembro 2022 21:35

Celso Martins

O acervo do Centro Internacional de Artes José de Guimarães – composto por 1128 objetos colecionados pelo artista José de Guimarães e por obras da sua autoria – é agora apresentado na íntegra. Há até prateleiras e gavetas que permitem o acesso a obras

12 novembro 2022 21:35

Celso Martins

Desde a mostra inicial desenhada por Nuno Faria que o diálogo entre as coleções africana, chinesa e pré-colombiana de José de Guimarães e a sua obra traziam latente a reflexão sobre as questões coloniais e pós-coloniais. Na montagem, de Marta Mestre, esse desígnio é transformado por um propósito combinado de revelação e descontextualização que valoriza a materialidade das peças. Por um lado, é a totalidade do acervo que se traz para o espaço expositivo (o que inclui prateleiras e gavetas que permitem o acesso a obras); por outro, há uma nítida vontade de fazer cair quer os últimos traços de uma leitura etnográfica (que a falta de informação sobre a origem de muitas peças tornava débil) quer alguns códigos expositivos que os sustentavam.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.