Dança

Dança: Desafiar o corpo normativo no festival New Age New Time, em Viseu

20 janeiro 2023 17:00

Claudia Galhós

“Cocoon” de Matthieu Ehrlacher (a ver amanhã) faz um exercício de expansão de contaminações entre espaço cénico e espaço corpo que se transformam mutuamente e se confundem

andré soares

A 11ª edição do festival de dança New Age New Time, do Teatro Viriato, agora com direção artística de Henrique Amoedo (também diretor artístico da Companhia Dançando com a Diferença), afirma uma abordagem plural e desafiadora

20 janeiro 2023 17:00

Claudia Galhós

Há uma síndrome nas artes performativas que desperdiça muita da riqueza criada pelos artistas portugueses ou residentes em Portugal: a quantidade de criações de artistas com narrativas singulares e alternativas, que escapam ao circuito mainstream, que se apresentam um par de vezes e não se veem mais, independentemente da relevância e qualidade das propostas. Na 11ª edição, o festival de dança New Age New Time, do Teatro Viriato, agora com direção artística de Henrique Amoedo (também diretor artístico da Companhia Dançando com a Diferença), afirma uma abordagem plural e desafiadora do normativo ao corpo enquanto linguagem artística, levando mais longe a identidade do evento, permitindo ver obras e criadores que, lamentavelmente, circulam menos do que deviam — mas há a nova RDTC (Rede de Teatros e Cineteatros) criada também para contribuir na mudança deste desperdício.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.