A Revista do Expresso

A aventura do vinho é a melhor forma de começar bem o ano

14 janeiro 2023 9:38

O verdadeiro enófilo é um experimentador

14 janeiro 2023 9:38

À medida que o vinho se vai dessacralizando e os temas com ele relacionados passam a fazer parte da linguagem corriqueira e de salão, é vulgar que, à força de querer estar in, se façam muitas afirmações a propósito e, claro, sempre com ar definitivo. Deixámos na penumbra dos tempos aqueles assuntos a que só alguns iluminados conseguiam chegar e passámos a lidar tu cá tu lá, com a botrytis, o gelo seco e a maloláctica. Ainda assim, é bom evitar pôr o pé na argola, sobretudo quando não temos a certeza do que dizemos. Alguns exemplos:

Eu só bebo… O que vamos ouvir a seguir pode ser: só branco, só tinto, só vinho do Alentejo, só Bairrada e por aí fora. A grande verdade é que esta afirmação não costuma resistir a uma prova cega; os que só gostam de alentejanos descobrem que o vinho servido é maravilhoso e, afinal, é de Trás-os-Montes, e por aí fora. Não tenhamos dúvidas: a variabilidade regional, as diferentes formas como se pode fazer vinho e o perfil que ele pode adquirir em função da personalidade do produtor, levam-nos a afirmar que há bom vinho em todas as regiões. O verdadeiro enófilo é um experimentador.